terça-feira, 23 abril 2024

Guarda Municipal planeja retomar patrulhamento com motos em Americana

Edital lançado pela administração prevê compra de seis motocicletas, além de acessórios, para reativar trabalho na Gama e dar mais agilidade no atendimento 

INTERCÂMBIO | Equipe da Gama esteve em Capivari conhecendo o serviço com motos (Foto: Divulgação)

Após quase ter perdido a verba de uma emenda parlamentar, a Gama (Guarda Municipal de Americana) retoma os planos de reativar o patrulhamento com motos.

Um edital para compra de seis motocicletas está aberto, além de uma licitação para a adequação do veículos para o patrulhamento, com itens como sirenes.

A frota em duas rodas será incorporada à Romu (Ronda Ostensiva Municipal), com as demais viaturas e canil.

O objetivo é que, com as motocicletas, seja possível chegar com mais agilidade às ocorrências, tanto por conta do trânsito quanto pelas distâncias.

De acordo com Marlon Oliveira, assessor da Gama, a compra dos veículos será feita com verba de R$ 500 mil de uma emenda parlamentar do deputado estadual Cauê Macris (PSDB) – atualmente secretário da Casa Civil do estado -, destinada no ano passado, e quase perdida. Ele explica que, após o trabalho do setor de convênios, o montante se manteve garantido, e a licitação foi aberta neste mês.

Agentes farão treinamento para esse tipo de ronda, e alguns deles estiveram em Capivari neste mês para conhecer o trabalho desenvolvido com motocicletas pela corporação daquele município.

Americana chegou a ter patrulhamento com motos há cerca de uma década, mas que acabou desativado.

No edital aberto agora, que tem previsão para receber as propostas em 12 de novembro, são previstas seis motos zero-quilômetro a partir de 250 cilindradas, com injeção eletrônica, combustível flex, partida elétrica e cor azul.

Há outra licitação específica, com a mesma data, para o kit de adaptação das motocicletas para o trabalho do patrulhamento, que deverá conter sirene eletrônica digital, sinalizadores, antena corta linha de pipa, bagageiro, baú traseiro e protetor de motor e pernas.

Com a mesma verba, mas em edital distinto, também serão comprados para a toda a corporação (305 unidades) cinturões táticos completos, para carregar itens como armamento e algemas.

Os recursos da emenda ainda são usados na aquisição de 35 dispositivos de choque, armas não letais fornecidas pela empresa Condor.

A compra, feita neste mês com o custo de R$ 172.471,10, tem a dispensa de licitação por se tratar de apenas uma empresa específica apta a disponibilizar o equipamento.

A emenda de R$ 500 mil ainda vai dar conta de uma tela unificada para visualização de imagens da central de monitoramento.
Com verba de R$ 130 mil indicada pelo deputado estadual delegado Olim (PP) está sendo contratada a implantação de mais duas câmeras de monitoramento que vão compor os dispositivos de muralha digital.

Após um levantamento, foram escolhidos dois locais estratégicos para a instalação: a entrada da Avenida Bandeirantes, que é acesso para a Rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), e a Avenida Paschoal Ardito, outra via de acesso ao município. Com as câmeras, poderão ser identificados veículos produtos de furtos ou roubos usados nos locais que são rota de fuga em potencial. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também