quinta-feira, 25 julho 2024

Maria Giovana pede número de pacientes nas filas de cirurgias e consultas por meio da Lei de Acesso à Informação

Até o momento, 4 mil das 71,4 mil cirurgias da região foram realizadas 

A sanitarista e candidata a deputada federal pelo PDT (Partido Democrático Trabalhista), Maria Giovana, requisitou por meio da Lei de Acesso à Informação o número de pessoas na fila para cirurgias e consultas com especialistas em seis cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas).

A decisão foi tomada em função da morosidade do mutirão de cirurgias deflagrado pela Secretaria de Estado da Saúde. O objetivo da pasta é zerar a fila de cirurgias na DRS-7 (Diretoria Regional de Saúde) que engloba as cidades da região de Campinas, até outubro. Até o momento, apenas 5,8% das 71,4 mil cirurgias da região foram realizadas.

O pedido de informação, segundo Giovana, traz transparência para os pacientes que aguardam uma cirurgia.

“Essas pessoas não podem ser tratadas apenas como números. São seres humanos que, em muitos casos, estão com fortes dores e até risco de morte na fila de cirurgias e também de consultas. Precisamos de transparência nesse processo e maior celeridade no mutirão. As pessoas estão cansadas de promessas”, afirma Maria Giovana.

Os pedidos foram protocolados nas prefeituras de Americana, Santa Bárbara d’Oeste, Nova Odessa, Sumaré, Hortolândia e Campinas. Por lei, os municípios têm 20 dias para disponibilizar os dados requisitados. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também