quarta-feira, 29 maio 2024

Moradores reclamam de manifestantes em frente ao Tiro de Guerra em Americana

 Apoiadores do presidente estão desde quarta-feira em frente ao Tiro de Guerra pedindo ajuda das Forças Armadas

Moradores que residem próximo ao Tiro de Guerra em Americana, localizado na Avenida Florindo Cibin, estão reclamando do barulho das manifestações dos apoiadores do presidente Jair Messias Bolsonaro (PL), que acontecem desde a quarta-feira (2).

O TODODIA recebeu uma reclamação nesta sexta-feira (4) que os manifestantes têm feito muito barulho e utilizaram fogos de artifício. Segundo uma moradora do bairro, que preferiu não se identificar enfatizou que há muitos idosos e animais na região, desta forma com este tipo de protesto acaba atrapalhando a vida dos moradores.

Segundo a Lei Municipal, é proibido o uso de fogos de artifício, bombas e qualquer tipo de artefato que provoquem efeito sonoro ruidoso. A lei foi sancionada em 2021, após um projeto de lei ser elaborado pelo vereador Marcos Caetano (PL).

Conforme o primeiro parágrafo do artigo 1: “A proibição à qual se refere este artigo estende-se a todo o território do Município, em recintos fechados e ambientes abertos, em áreas públicas e locais privados”.

No ano passado foi sancionada pela Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), a lei estadual, criada pelos deputados Bruno Ganem (PODE) e Maria Lúcia Amary (PSDB), que também proíbe a soltura, comercialização, armazenagem e transporte de fogos de artificio com estampido no Estado de São Paulo.

“A nova regra busca o bem-estar de parcelas da população que possuem sensibilidade a ruídos, como idosos e crianças, além do cuidado com animais de estimação, que são afetados pelo barulho gerado durante a queima de fogos”, informa a Alesp

MANIFESTAÇÕES
Pelo quarto dia consecutivo, apoiadores do presidente Jair Messias Bolsonaro (PL) se reuniram na manhã deste sábado (5), em frente ao TG (Tiro de Guerra) em Americana para protestar contra o resultado das eleições do segundo turno, realizado no último domingo (31). Os protestos acontecem na cidade desde quarta-feira (5).

A manifestação deste sábado acontece desde às 9h e seguirá durante todo o dia. Os bolsonaristas da região cantam o hino nacional e pedem intervenção das Forças Armadas no resultado das eleições, que elegeu como novo presidente da república do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Em vídeos compartilhados nas redes sociais é possível ver diversos apoiadores de Bolsonaro gritando “S.O.S Forças Armadas” em frente ao TG da cidade. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também