segunda-feira, 22 julho 2024

Prefeitura lança ‘Americana Por Elas’

 O programa será coordenado pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos

Programa | Autoridades no lançamento nesta sexta (Divulgação)

A prefeitura lançou nesta sexta-feira (12), o Programa “Americana por Elas” – Prevenção e Enfrentamento à Violência Contra a Mulher e Promoção da Equidade de Gênero.

Instituído por meio de um decreto do prefeito Chico Sardelli (PV), o programa prevê a criação de um Comitê Gestor Intersetorial para discutir e propor ações voltadas ao atendimento das demandas das mulheres, com representantes de secretarias municipais, da Guarda, do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e sociedade civil.
Com o início dos trabalhos, a previsão é entregar um protocolo municipal e fluxos de atendimento às mulheres no prazo de 100 dias; o diagnóstico municipal dos direitos da mulher em 180 dias; e apresentar a proposta de Plano Municipal de Políticas para Mulheres e Equidade de Gênero em 270 dias.
O programa será coordenado pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos.
Para a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Juliani Fernandes, a implantação do programa vai fortalecer o trabalho já realizado, aprimorando os serviços ofertados às mulheres. “A rede intersetorial, pública e privada, fica fortalecida para promover melhorias no sistema de atendimento ofertado às mulheres. Os serviços e direitos serão levantados por meio de um diagnóstico para que possamos aprimorar os trabalhos de enfrentamento à violência contra a mulher e promover a equidade de gênero. Com um trabalho multisetorial, vamos superar a opressão e a desigualdade”, disse.

Estiveram presentes ao lançamento o prefeito Chico Sardelli (PV), o vice-prefeito, Odir Demarchi (PL), secretários, vereadores, o juiz do Tribunal de Justiça da Comarca de Americana, Wendel Lopes Souza; a coordenadora da Comissão de Enfrentamento de Violências e Apuração de Denúncias e representante do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Rúbia Valéria Missioneiro de Lira; e a representante da Delegacia de Defesa da Mulher, Camila Busnardo, entre outras lideranças. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também