sábado, 20 julho 2024

Senai Americana conquista pódios em prêmios de inovação

Sucesso em competições, em meio aos desafios da pandemia, incentiva empreendedorismo entre alunos 

Senai americana | Alunos do projeto InfoLab, que usa realidade virtual e QR Code (Divulgação)

Em ano de Olimpíadas, quem tem frequentado vários pódios são os alunos do Senai Prof. João Baptista Salles da Silva, em Americana. Só neste semestre as equipes de três projetos garantiram prêmios em três competições. As pesquisas voltadas à inovação devem prosseguir com o incentivo na criação de startups.

O diretor Marcelo Virgílio comemora o resultado, alcançado mesmo em meio aos desafios impostos pela pandemia com estudantes entre 16 e 19 anos.

Ele ressalta que é uma prática da escola a participação em concursos e que os resultados mostram o quanto os alunos estão comprometidos, num panorama promissor mesmo em tempos de tanto pessimismo.
“Os jovens estão engajados, basta ter um mentor para guiá-los”, considera.
Os projetos foram orientados pelos professores Wagner Aparecido Lacava Júnior, da área de Metal-Mecânica, e Hoberdan Fagundes da Cruz, do curso técnico.
Eles explicam que foi possível evoluir com os projetos mesmo na pandemia, com interação remota e também eventuais reuniões presenciais, cumprindo os protocolos.
Os docentes defendem que os projetos fazem parte do intuito da instituição de fomentar startups, com objetivo de desenvolver um núcleo de incentivo à inovação e empreendedorismo, de forma que os estudantes busquem montar o próprio negócio para atender às indústrias. A seguir, eles comentam os prêmios e os projetos contemplados.
IDEATHON
Trata-se de uma maratona elaborada especialmente para o desenvolvimento de negócios inovadores através de técnicas de ideação, modelagem de negócios e oficinas de pitch (a apresentação das ideias), realizada pelo Núcleo de Jovens Empreendedores do Ciesp Campinas (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), de abrangência regional. Ocorreu online pelo segundo ano consecutivo, com quatro encontros para orientações no objetivo de reunir estudantes e profissionais de diversas áreas para contribuir com o tema “Soluções para educação corporativa”.
O Senai Americana participou com 11 equipes de alunos dos cursos Técnicos e de Aprendizagem Industrial nas áreas de Eletromecânica, Mecânico de Manutenção e Eletricista de Manutenção Eletroeletrônica.
Os três primeiros lugares foram conquistados pelas equipes Smart Reality, StudyBlock e InfoLAB (veja no quadro ao lado).
Os alunos ganharam um voucher para um curso de aceleração de startups e serão orientados sobre como montar uma empresa.
GRAND PRIX
INOVAÇÃO 2021
Este é um concurso nacional de toda a rede Senai, no qual concorreram 455 equipes, envolvendo mais de 1,9 mil alunos e 300 projetos.
Na competição, os alunos têm até 72 horas para a entrega do projeto (canvas, pitch e protótipo). Durante os três dias de competição (20, 21 e 22 de outubro) ocorreram palestras de diversos temas e mentorias para que os alunos pudessem tirar dúvidas para seguir com o projeto. O Senai Americana conquistou duas medalhas de ouro nas categorias Avançado e Sênior.
“Tudo isso só foi possível graças ao apoio da escola Senai em Americana, que contribuiu para que tivéssemos tudo que fosse necessário para o desenvolvimento do nosso projeto e graças também ao empenho de todos os professores ao longo de nossa formação acadêmica”, agradeceram os alunos do 4° termo do curso de aprendizagem industrial de mecânico de manutenção.
Neste, o prêmio foi de R$ 5 mil para os alunos e 25 mil em “Senai coin”, uma criptomoeda, para investir no avanço da ideia.
PRÊMIO SENAI
TOP LEAN
A iniciativa busca divulgar projetos que tenham como objetivo a implementação da metodologia lean em ambientes educacionais ou em processos administrativos, exclusivo a docentes e colaboradores vinculados a uma Escola Senai. A proposta do lean visa reduzir o desperdício, proporcionando o aumento da produtividade e a redução de custos nos processos educacionais.

Pelo segundo ano, a escola de Americana foi premiada. Em 2020, com a medalha de prata, e neste ano, com o bronze, conquistada pelo professor Hoberdan Fagundes da Cruz. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também