terça-feira, 27 fevereiro 2024
PRIVATIZAÇÃO DO DAE

Sindicato e moradores protestam contra concessão do serviço de esgoto em Americana

População lotou o plenário da Câmara Municipal de Americana na noite desta quarta-feira (12)
Por
Henrique Fernandes
Foto: Wagner Max / Rede TodoDia

A Casa de Leis de Americana lotou na noite desta quarta-feira (12), com a participação da população e representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Americana (SSPMA), que levaram cartazes com os dizeres “Concessão é traição. Não à concessão!”.

Inicialmente, Fabio Sertori, pesquisador da Fipe (Fundação Instituição de Pesquisas Econômicas), empresa contratada pela prefeitura para realizar estudos, explicou que a proposta é de aumento real de 13,40% na conta de esgoto, durante o 3º e 5º ano da concessão.

“Ao longo de 30 anos, o que o setor privado vai fazer. Você tem investimentos de ‘balde’, maciços, e a arrecadação em ‘canequinha'”, disse Sartori.

O morador de Americana e estudante medicina veterinária Pedro Lucas Martins, de 29 anos, participou da audiência pública.

“Eu sou contra porque o DAE tem uma função social de levar água e esgoto para a população mais pobre da cidade e a concessão visa o lucro. O serviço que a gente reclama muito, ficaria mais precário ainda, porque atenderia onde dá lucro para a empresa”, disse o estudante.

O grupo “Defensores de Americana” também participou da audiência junto com o ex-vereador Wellington Rezende. “É um momento importante de colaboração da população. Então, estou aqui para levar uma proposta”, comentou Rezende.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também