quinta-feira, 23 maio 2024

Bons ares da Terra do Sol Nascente

Empenhados em conhecer e resgatar a cultura oriental e apresentá-la para o público americanense, descendentes de japoneses se organizam em uma associação para promover a “1ª Festa Nipo-Brasileira de Americana”. 

O evento será em 12 e 13 de outubro na sede da Fidam (Feira Industrial de Americana), com entrada franca. 

A proposta do grupo de descendentes – todos nascidos no Brasil – é apresentar as tradições japonesas, incluindo os filhos dos organizadores, que na maioria dos casos não tiveram contato com a cultura oriental. 

A imigração de japoneses em Americana se fortaleceu na década de 1950, à época da fundação da Toyobo, em 1955, e da Unitika, em 1958, como contam os participantes da associação. 

“Meu pai veio do Japão para trabalhar na Toyobo e naquela época vieram vários japoneses para construir a empresa. A Toyobo foi uma potência em Americana. Naquela ocasião vários japoneses vieram para ajudar a construir, a trabalhar, assim como meu pai. Aqui ele conheceu minha mãe e se casou”, conta a advogada Rose Emi Matsui. 

As duas empresas encerraram suas atividades na cidade: a Toyobo em 2016, e a Unitika, no ano passado. 

As famílias de origem nipônica se fixaram aqui, segundo o comerciante Clóvis Yamasaki. Os fundadores da associação reconhecem ao menos 200 descendentes vivendo na cidade. 

O mapeamento desse pessoal foi feito de uma maneira um tanto quanto inusitada: uma das descendentes simplesmente parava as pessoas na rua e perguntava a origem da família. “Vim de Lins há 22 anos e senti falta de um kaikan (sede da associação nipo-brasileira onde acontecem as atividades sociais). Com o decorrer do tempo, vi que estavam aparecendo mais japoneses e foi crescendo esta vontade de conhecer, de unir. Então eu fui parando as pessoas na rua literalmente, e as agregando a um grupo de WhatsApp”, explica a cirurgiã dentista Marina Nakano. 

HISTÓRIA | O então presidente Juscelino visita a Toyobo

O grupo espera cerca de cinco mil pessoas nas dependências da Fidam nos dois dias de festa. Serão 80 expositores e uma praça de alimentação com pratos orientais e da culinária nacional. 

ATRAÇÕES 

Os participantes encontrarão 14 food trucks e itens tradicionais da cultura nipônica, como artesanatos, brinquedos, eletrônicos, utensílios de cozinha, decoração, papelaria, sapatos, terrários, livros, fontes, produtos de massagens, semijoias e bonsai. 

A programação inclui ainda shows de K-pop, oficina de origami, espaço Cosplay, exposição de ikebana e estúdio de fotos com trajes típicos. 

“Essa festa vai mostrar um pouco da cultura japonesa e oriental sopara Americana e região. A colônia japonesa é muito unida, tudo o que se faz é feito junto. E é essa forma de colaboração compartilhada que iremos celebrar”, declarou Yamasaki. 

A 1ª Festa Nipo-Brasileria de Americana vai acontecer nos pavilhões da Fidam, que fica na Avenida Nossa Senhora de Fátima, 200, no Jardim Santana, em Americana. 

A entrada é gratuita, mas os organizadores sugerem que o visitante leve um quilo de alimento não perecível, que será doado a instituição beneficente. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também