Quarta, 04 Agosto 2021

Prefeito de Campinas pede medidas mais rígidas nos aeroportos do país

CampinasAeroportos

Prefeito de Campinas pede medidas mais rígidas nos aeroportos do país

Foi solicitado ao ministro da Saúde testagem e controle de hotéis de passageiros que chegam ao Brasil

Maior controle de passageiros de países com cepas inexistentes no Brasil (Foto: Rodrigo Balladares M. | Minsal | Fotos Públicas)
O prefeito de Campinas e vice-presidente da área de Saúde da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Dário Saadi, solicitou nesta segunda-feira, 14 de junho, durante reunião da FNP com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a adoção de medidas sanitárias mais rígidas em relação à entrada de passageiros nos aeroportos do País.

Entre as medidas, estão a testagem e maior controle nos aeroportos de origem, assim como o credenciamento de hotéis pelo Governo Federal para que, principalmente, passageiros provenientes de países com circulação de cepas ainda não existentes no Brasil façam quarentena ao desembarcar.

"Há uma preocupação grande em ampliar os protocolos e implantação de medidas sanitárias mais efetivas para reduzir as chances de entrada de novas cepas no País. A Prefeitura de Campinas tem feito um esforço grande no sentido de orientar os profissionais de saúde a fazerem um inventário dos pacientes, perguntar a origem, se visitou outros países, mas é importante ampliar essas medidas nos aeroportos. Estamos aqui no sentido de fazer parcerias com o Ministério da Saúde e colocar a estrutura de Vigilância e da Secretaria de Saúde para colaborar na criação de protocolos mais rígidos", afirmou Dário Saadi.

A reunião contou com prefeitos de cidades aeroportuárias e de municípios que fazem fronteiras secas com outros países. O objetivo das reivindicações é barrar a entrada de novas variantes da Covid-19 no Brasil.

O ministro da Saúde afirmou que o ministério é sensível a essas demandas e se comprometeu encaminhar as reivindicações, uma vez que muitas das decisões não dependem exclusivamente da Pasta. Em relação à quarentena de passageiros, o ministro afirmou que a medida precisa ser analisada para depois ser encaminhada para outras áreas do Governo Federal. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 05 Agosto 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/