Sábado, 28 Mai 2022

Comércio volta a abrir até 12h por dia com região na fase verde

Comércio volta a abrir até 12h por dia com região na fase verde

Shoppings, comércios, restaurantes, salões de beleza e academias vão voltar a funcionar 12 horas na região de Campinas, após o anúncio de ontem do gov

Shoppings, comércios, restaurantes, salões de beleza e academias vão voltar a funcionar 12 horas na região de Campinas, após o anúncio de ontem do governo do Estado do avanço à fase verde do Plano São Paulo. É a primeira vez que a região chega à fase verde desde o início da pandemia. 

O DRS (Departamento Regional de Saúde) Campinas estava na fase amarela desde o dia 8 de agosto. A queda de mortes e casos e da taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nos últimos 30 dias foi determinante para o avanço. 

Os DRS da Grande São Paulo, Baixada Santista, Piracicaba, Sorocaba e Taubaté também avançaram para a fase verde. 

A quarta fase do Plano São Paulo, que vem após as fases vermelha, laranja e amarela, permite o aumento da capacidade de 40% para 60% nos comércios e serviços, e o aumento de oito para 12 horas de funcionamento diário. 

"Agora, 76% da população do Estado segue para a fase verde do Plano São Paulo, incluindo a capital", afirmou o governador João Doria (PSDB). "Essas regiões terão um pouco menos de restrições no seu dia a dia, de acordo com as indicações do Plano São Paulo", completou. 

A reclassificação vale já a partir de hoje e pelo menos até o dia 16 de novembro. 

As regiões de Araçatuba, Araraquara, Bauru, Franca, Marília, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista e São José do Rio Preto prosseguem na etapa amarela. Já a região de Barretos teve piora nos índices da pandemia e regrediu para a fase laranja. 

Todas as alterações foram avalizadas pelos Centro de Contingência do coronavírus em São Paulo. O grupo de especialistas também divulgou nota técnica publicada no Diário Oficial do Estado de ontem com detalhes da recalibragem do Plano São Paulo. 

Agora, a evolução da pandemia será considerada na comparação entre o total de novos casos, internações e óbitos dos últimos 28 dias e dos 28 dias anteriores. Antes, eram comparados intervalos de sete dias. 

Outra mudança amplia o horário de funcionamento do atendimento presencial de oito para dez horas diárias para as cidades na fase amarela. 

A capacidade máxima de público na fase amarela, entretanto, continua mantida em 40% - exceto academias, com limite de 30%. 

Para bares, restaurantes e demais estabelecimentos com consumo local de alimentos e bebidas, o atendimento presencial é permitido entre 6h e 22h, desde que respeitados os limites de dez horas de expediente na fase amarela e 12 horas na fase verde. Em ambas, os estabelecimentos com funcionamento noturno deverão fechar as portas às 22h, mas podem autorizar a permanência de clientes que já estão no local até as 23h. 

Atividades que geram aglomeração, tais como festas, baladas, presença de torcedores em eventos esportivos e grandes shows com público em pé continuam proibidas em todos os 645 municípios de São Paulo. A liberação só deve acontecer em eventual avanço para a fase azul ou após a disponibilização de uma vacina contra o coronavírus. 

O governador pediu que a população mantenha a higiene das mãos, o distanciamento social e o uso de máscaras em locais de acesso coletivo. 


SHOPPINGS JÁ MUDAM HOJE  

Dois shoppings da região já anunciaram que voltam a abrir no horário normal de funcionamento a partir de hoje. No Tivoli, em Santa Bárbara, as lojas, quiosques, alimentação e lazer funcionarão de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h. Aos domingos, lojas e quiosques atenderão o público das 14h às 20h e, a praça de alimentação, das 12h às 22h. 

O shopping também aumenta sua capacidade de ocupação, passando de 40% para 60%. Ficam mantidos o uso de máscara, álcool em gel e o distanciamento entre a pessoas. 



[caption id="attachment_62892" align="aligncenter" width="1024"] PANDEMIA | Shopping terá medidas de prevenção (Foto: Arquivo | TodoDia Imagem)

A circulação no local, segundo o shopping, está sendo feita de forma organizada, espaçada e sem aglomeração. A limpeza das áreas comuns e das superfícies de grande contato, como o painel de elevadores, corrimãos de escadas e escadas rolantes, balcões de informação, sanitários e áreas de descarte de lixo, foi intensificada.  

Tivoli monitora a temperatura de clientes, lojistas e funcionários e recomenda o uso de máscaras. Já na praça de alimentação, foi feito o distanciamento de mesas e a redução do número de cadeiras 

O Shopping Parkcity Sumaré também passa a funcionar em novo horário, das 10h às 22h. A praça de alimentação está aberta para consumo no local. O Cinema Cineflix está aberto, com protocolo de segurança. A Inova Academia funcionará pelo período máximo de 12h diárias, com entrada de alunos com agendamento prévio. O outro shopping da região, o Shopping Hortolândia, não se pronunciou sobre mudança de horário. 


PREFEITURAS FARÃO DECRETO  

As prefeituras da região confirmaram que seguirão novamente o Estado. "O detalhamento em relação às atividades no âmbito municipal será publicado em novo decreto pela administração", informou a Prefeitura de Americana. 

"A exemplo dos avanços anteriores, Nova Odessa seguirá o Estado. As regras serão detalhadas em decreto municipal que será publicado na próxima semana", disse o Executivo novaodessense. 

A Prefeitura de Santa Bárbara revelou que publica hoje, no Diário Oficial do Município, "decreto seguindo as recomendações do Plano São Paulo na fase verde". As prefeituras de Hortolândia e Sumaré não responderam, mas têm seguido o Estado. 

As associações comerciais da região comemoraram o avanço. "Procuraremos seguir e incentivar nossos sócios para essa retomada. Estamos visualizando um fim de ano mais otimista", declarou Wagner Armbruster, presidente da Acia (Associação Comercial e Industrial de Americana). 

"Não temos dúvida que é positivo para todos, inclusive para a nossa economia, uma vez que estamos olhando uma luz no fim do túnel", disse Samuel Teixeira, presidente da Acino (Associação Comercial e Industrial de Nova Odessa). 

A Acias (Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Sumaré) considera o avanço primordial para a retomada da economia. " E para que este processo continue acontecendo de maneira responsável, a Acias seguirá orientando e informando lojistas e empresários sobre os protocolos sanitários e as normas que devem ser seguidas para garantir a segurança de todos", disse o presidente da Acias, Juarez Pereira da Silva. 

"Estamos muito contentes com avanço", celebrou João Batista de Paula Rodrigues, presidente da Acisb (Associação Comercial e Industrial de Santa Bárbara d'Oeste). 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 28 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/