sexta-feira, 14 junho 2024
ECONOMIA E SUSTENTABILIDADE

DAE de SBO começa a substituir 52 mil hidrômetros

Expectativa é de reduzir para 33% o índice de perdas de água
Por
Henrique Fernandes
Foto: Alessandro Araujo/Rede TODODIA

O DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Santa Bárbara d’Oeste segue com as ações de combate às perdas de água tratada por meio da substituição de mais de 52 mil hidrômetros em todo o município. Essa medida não acarretará em nenhum custo adicional para o consumidor e está em conformidade com as normativas do Inmetro, que recomenda a troca do aparelho após cinco anos de uso ou caso sua aferição esteja inadequada.

Laerson Andia Júnior, superintendente do DAE desde 2021, explica que existem as perdas físicas, que são vazamentos reais, e as outras que são as perdas aparentes, os erros de leitura ou leituras que não são confiáveis. “12 anos atrás, o nosso índice de perda era 72%, com o trabalho dos 8 anos subsequentes, nós caímos para 58%. Hoje, nós estamos em 48%. Nós temos uma expectativa de descer 15% e chegar na casa dos 33% de perdas com essas ações”, disse.

Dos 52.104 hidrômetros a serem substituídos, 35.104 serão trocados por meio da contratação de duas empresas com recursos provenientes do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos) e de contrapartida da Autarquia, totalizando um investimento de R$ 4,2 milhões. Além disso, outros 17 mil hidrômetros serão substituídos utilizando recursos próprios do DAE, com um investimento de mais de R$ 1 milhão.

O superintendente ainda afirma que a troca também tem um viés sustentável, uma marca do governo de Santa Bárbara d’Oeste Rafael Piovezan, que também foi superintendente do DAE. “O corpo e todo o mecanismo são feitos com materiais recicláveis. Primeiro de tudo, a preservação da natureza, tanto na extração quanto no descarte de material. Outra coisa, é que não são materiais que não têm atratividade ao vandalismo. Buscamos uma base de sustentabilidade ambiental”, comentou Laerson.

Com uma leitura precisa do consumo de água, os novos hidrômetros também poderão auxiliar na identificação de pequenos vazamentos não visíveis, que podem estar ocorrendo na parte interna do imóvel. Uma parte significativa das perdas em Santa Bárbara é atribuída à submedição de hidrômetros antigos, que não conseguem mais medir o volume de água com a precisão necessária devido ao desgaste. Essa substituição envolve todos os bairros da cidade e corresponde a cerca de 70% das ligações de água existentes no município.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também