sábado, 22 junho 2024
15 DE MARÇO

Dia do Consumidor surgiu para garantir direitos e, hoje em dia, também é utilizado como estratégia para fortalecer os negócios

Conheça a história da instituição da data e veja como se livrar de golpes diante de tantas propagandas
Por
João Victor Viana
Foto: TV TODODIA / Mateus Soares

Uma data que tem entrado cada vez mais no calendário comercial como um período estratégico para impulsionar as vendas, é o dia 15 de março, instituído como Dia do Consumidor.

A busca pelo aumento das vendas é uma estratégia recente, que vem crescendo a cada ano, mas, o Dia do Consumidor surgiu em 1962, através de um discurso do presidente americano John Kennedy, que serviu como um marco na luta por direitos.

“Antigamente as pessoas iam a um açougue, em um mercado, e o próprio vendedor que falava a peça de carne que iria levar, a fruta que iria comprar, os consumidores não podiam escolher. Não se tinha informação do que era o produto. Esses direitos começaram a ser garantidos ali”, explicou o Diretor do PROCON Americana, Estevão Luis Cardoso.

No Brasil, as coisas caminharam mais lentamente, e somente com a Constituição de 1988 e com o Código de Defesa do Consumidor, criado em 1990, as leis começaram a se consolidarem entres os clientes e fornecedores brasileiros.

Pelo lado das vendas, a publicidade vem sendo cada vez mais explorada. Quantas vezes você já não viu algum anúncio sobre a “Semana do Consumidor” ou o “Mês do Consumidor”. Tudo isso tem relação direta a data do dia 15 de março.

De acordo com a Tunad, empresa especializada no monitoramento de campanhas publicitárias, as inserções comerciais na televisão subiram 31% comparando os anos de 2022 e 2023 no período próximo ao dia do consumidor. A pesquisa considerou tanto os comerciais veiculados nos canais de TV aberta como em canais pagos

Diante de tantas oportunidades, sempre aparecem os aproveitadores, por isso, é importante manter a atenção para não cair em golpes. “A gente pede para prestar atenção em plataformas, redes sociais, que aparecem muitas ofertas. Se a oferta estiver muito diferente do preço praticado no mercado, desconfie. Tome as precauções antes do pagamento da compra. O prazo de entrega também é muito importante, verificar se está comprando de um site do exterior, pois pode ter imposto a pagar”, alerta Estevão.

O Diretor ainda complementa dizendo que o consumidor precisa utilizar as ferramentas que tem à disposição. Comparando preços, conhecendo diferentes marcas, e, assim, tomando a decisão mais segura da compra.
Em Americana, assim como em todo estado, o Procon atua em três frentes principais, orientação, atendimento e fiscalização, buscando atender a população e garantir a aplicação do Código de Defesa Do Consumidor.

O Procon atende no mesmo prédio da Prefeitura de Americana. Qualquer solicitação pode ser feita presencialmente no local, de segunda à sexta, das 9h às 16h. A Fundação atende também pelo telefone 151 e pelo site https://www.americana.sp.gov.br/portal_procon/site_procon.php.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também