sábado, 20 julho 2024
14 DE JUNHO

Em comemoração ao Dia Mundial do Doador de Sangue bancos de sangue de Americana alertam para a necessidade do aumento de doações

Segundo o ministério da Saúde, uma bolsa de sangue pode salvar até quatro vidas
Por
João Victor Viana
Foto: Lucas Moraes / TV TODODIA

Neste dia 14 de junho celebra-se o Dia Mundial do Doador de Sangue. Instituída em 2004, a data surgiu com o objetivo de incentivar as pessoas a se tornarem doadoras regulares e conscientizar a população sobre a importância do ato para salvar vidas. Para fortalecer a celebração, os dois bancos de sangue de Americana estiveram abertos à população na manhã desta sexta-feira.

No Hospital São Francisco quem atua é o Centro de Hematologia e Hemoterapia. O outro ponto de coleta americanense é no Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi.

A mobilização para incentivo e elucidação do assunto se fez para mostrar como é essencial o ato da doação. Segundo o Ministério da Saúde, uma bolsa de sangue pode salvar até quatro vidas.

A biomédica do Centro de Hematologia e Hemoterapia, Juliana Carrascosa, explicou o motivo desta constatação. “Nós fracionamos o sangue total em quatro componentes, por isso uma única doação pode salvar até quatro vidas. Eles são fracionados em Concentrado de Hemácias, Plasma, Plaqueta e Crioprecipitado. Então, dependendo de cada patologia e o que cada paciente vai precisar, é destinado o hemocomponente específico”.

Nos últimos meses, a baixa dos estoques de sangue tem sido um assunto delicado e preocupante para as unidades de saúde. Segundo Juliana, o aumento de casos de dengue é um fator muito influente nisso, tanto para a diminuição das doações, quanto para o aumento de receptores.

“Os tipos negativos são os mais difíceis e os que podemos usar tanto em pacientes positivos, quanto em pacientes Rh negativo, então eles sempre estão em baixa. Mas todo tipo de sangue é muito bem-vindo”, afirmou.

Quem aproveitou o banco de sangue aberto foi a Alessandra Lica, que mesmo sem saber que era o Dia do Doador, marcou presença fazendo a sua parte. “Sou doadora há pelo menos 10 anos. É um dever da gente como cidadão ajudar o próximo. Hoje estamos ajudando alguém, amanhã pode ser alguém que está ajudando a gente, então é importante, não dói, não machuca, é tranquilo”, disse.

FAÇA A SUA PARTE

Você pode contribuir para que o número de doadores aumente ainda mais, independente do tipo sanguíneo. É muito simples o processo e toda a equipe médica auxilia e avalia com cuidado cada um dos casos.

Os requisitos para doar são simples: apresentar documento de identificação com foto emitido por órgão oficial; ter idade entre 16 e 69 anos; pesar no mínimo 50 kg; ter dormido pelo menos seis horas nas últimas 24 horas; estar alimentado; evitar alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a doação de sangue.

O Centro de Hematologia e Hemoterapia de Americana fica localizado no Hospital São Francisco, na Praça Francisco Matarazzo, 60, Vila Galo. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 as 12h30. O telefone de contato da unidade é o (19) 2514-1555.

Em Americana, você também pode fazer a sua doação no Banco de Sangue do Hospital Municipal, que funciona de segunda a sexta (exceto quarta), das 8h às 11h30, na Avenida da Saúde, 415, Jardim Nossa Senhora de Fátima.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também