PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Estapar fará mudanças na Área Azul

Empresa responsável pelo estacionamento informatizado em Americana promete ajustes no sistema

Iniciada em janeiro, a nova Área Azul digital em Americana será alterada para atender a solicitações de comerciantes e usuários do sistema de estacionamento rotativo pago informatizado.

PUBLICIDADE

A informação é do diretor da concessionária do sistema, a Estapar, Adélcio Antonini, que ontem (15) recebeu a reportagem do TODODIA para uma entrevista sobre o assunto na sede da empresa, em Americana.

Além das sugestões de vereadores, que pleiteiam alterações no sistema, vários pedidos de mudanças na Área Azul foram também protocolados pela direção da ACIA (Associação Comercial e Industrial de Americana) na prefeitura e na Estapar, depois que dirigentes da entidade do comércio se reuniram ontem com representantes da Administração e da empresa.

PUBLICIDADE

Desde 14 de janeiro, o sistema de estacionamento pago na cidade foi ampliado de 600 para 2.020 vagas, com o mesmo valor por hora que era cobrado antes da informatização: R$ 2,50 para carros e R$ 1,00 para motos.

Contudo, a expansão da cobrança por vagas em áreas além da região central gerou reclamações de condutores e de comerciantes, sobretudo os instalados em locais onde, antes, não havia estacionamento pago.

PUBLICIDADE

“A Área Azul era muito pequena. Não adiantava você pegar só um miolinho e deixar no caos as outras áreas, que têm comércios, serviços, consultórios médicos. Vocês tentaram ir à prefeitura antes? Ninguém conseguia parar”, justifica o diretor da Estapar.

Entre as várias sugestões de mudança já acatadas pela empresa está uma nova forma de cobrança, que permitirá ao condutor estacionar seu veículo em dois ou mais setores diferentes, desde que dentro do período de estacionamento adquirido. Isso não é possível hoje.

“Nós observamos isso e vai ser resolvido. Não posso definir prazos, porque dependo de alterações no sistema informatizado. Mas será o mais breve possível”, afirmou o diretor.

A Estapar também já decidiu que vai ampliar a oferta de vagas rápidas no sistema – chamadas de Zona Branca, onde é possível estacionar por 15 minutos sem cobrança de tarifa.

Os números e locais dessas vagas ainda serão verificados nas próximas semanas por técnicos da empresa e da Utransv (Unidade de Trânsito e Sistema Viário). A ampliação dessas vagas especiais deve priorizar pontos considerados de urgência, como farmácias, por exemplo.

EM ESTUDO

A empresa ainda promove um estudo de ocupação e o uso das 2.020 vagas reservadas à Área Azul – número que pode ser revisto. “Vamos entender com números se faz sentido e por que foi estabelecido que nesses locais teria de ter área azul”, afirmou.

O limite máximo de 20 minutos para o cadastro do veículo no sistema informatizado, em áreas próximas a hospitais e clínicas médicas, também deve ser revisto e ampliado.

Ainda serão analisados pedidos de alteração do tempo máximo de parada, hoje em 2h e 4h, dependendo da região.

“Tenho certeza que logo vamos noticiar ajustes positivos no sistema, que vai de encontro às dúvidas e algumas reivindicações corretas e justas”, declarou.

PREFEITURA ABERTA

O secretário adjunto e autoridade municipal de trânsito, Eraldo Camargo, garantiu que a prefeitura está aberta a ouvir sugestões para melhorar a fluidez de veículos na cidade.

“A gente sempre pode mudar. Estamos analisando as sugestões que nos foram fornecidas principalmente pela população, pelos comerciantes e pelo pessoal envolvido onde foi implantada a Área Azul”.

Camargo quer concluir a análise até o fim de fevereiro para que, em março, as alterações do sistema estejam implantadas.

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This