terça-feira, 28 maio 2024
POPULARES

Governador Tarcísio confirma ao prefeito Leitinho que Nova Odessa vai ter 114 novas unidades habitacionais

O prefeito Leitinho assinou em 29 de novembro do ano passado, na sede da CDHU
Por
Redação
Foto: Divulgação

O governador Tarcísio de Freitas confirmou pessoalmente ao prefeito Cláudio Schooder (o Leitinho), nesta quinta-feira (25), em Americana, que a cidade de Nova Odessa vai ser contemplada com 114 novas unidades habitacionais populares. O Governo do Estado vai atender, assim, a um pedido de unidades feito ano passado pelo prefeito Leitinho.

“Nova Odessa vai estar contemplada e mais gente vai ter acesso a moradias (populares). Serão mais de 100 novas unidades, mais um grande passo que vamos dar na Habitação de São Paulo”, afirmou o governador ao prefeito Leitinho durante o evento de entrega de 442 casas do empreendimento Jardim Nova Aliança, em Americana, compradas por famílias beneficiadas com subsídios do Estado.

“Acabei de ter a confirmação do convênio de 114 novas unidades habitacionais para Nova Odessa. Estou muito feliz em poder realizar o sonho da casa própria para aquela população mais necessitada, aquelas famílias que precisam ter moradia para ter sua dignidade. O governador é nosso parceiro neste convênio”, afirmou Leitinho ao lado do vice-prefeito Alessandro Miranda (o Mineirinho).

O prefeito Leitinho assinou em 29 de novembro do ano passado, na sede da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano do Estado de São Paulo), na capital, o anteprojeto (o modelo de “planta” básica) para a construção de mais 114 unidades habitacionais populares em área da Prefeitura de Nova Odessa.

Com a aprovação do anteprojeto, no ano passado, ficou autorizado o andamento do convênio entre Município e estatal, para a viabilização das novas unidades, na forma de prédios de apartamentos a serem construídos em uma área municipal. Em breve, a Prefeitura vai mandar para aprovação dos vereadores acertos na legislação municipal que vão garantir a construção das unidades.

Convênio anterior ‘sumiu’

O convênio com a CDHU havia sido anunciado com pompa no final de 2020 pela gestão municipal anterior, mas, quando a atual gestão assumiu, em janeiro de 2021, descobriu que toda a documentação havia desaparecido.

Desde 2022, foi feito todo um trabalho que “resgate” da parceria com a estatal, que recomeçou praticamente do zero. “Se tivessem dado andamento a toda a papelada (em 2020), já estaríamos entregando essas unidades neste ano (2023)”, lamentou o prefeito Leitinho na ocasião.

É sempre bom ressaltar que, neste momento, ainda não há qualquer tipo de “inscrições” ou cadastramento aberto para estas futuras unidades. A Diretoria de Habitação da Prefeitura reforçou que não há necessidade de procurar o balcão de atendimentos no momento, e que comunicará a comunidade quanto for fazer atualização de cadastro ou abrir processo de inscrição.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também