terça-feira, 23 abril 2024

GPA de Sumaré notifica 22 moradores e multa um por descarte irregular em calçadas

Guardas municipais do GPA (Grupo de Proteção Ambiental) de Sumaré e fiscais da Secretaria de Serviços Públicos notificaram 22 moradores por descarte irregular de entulho em calçadas. Um foi multado. A fiscalização foi realizada na região central.

Os proprietários terão um prazo de três dias para recolher o entulho sob pena de multa. Outro morador foi autuado de acordo com a Lei Municipal 6.075/18 e, além da multa de R$ 500, terá que recolher o entulho. Ele já havia sido notificado anteriormente. Em caso de descumprimento, o valor da multa será dobrado.

Para tentar frear essa prática, especialmente em pontos ‘viciados’, a Prefeitura está ampliando ecopontos e tem intensificado o monitoramento.

“Diariamente nossas equipes fazem a manutenção e limpeza das vias e espaços públicos da nossa cidade, e, em algumas áreas, aproveitamos para fazer o plantio de mudas de árvores, justamente para evitar o descarte irregular. Temos uma grande preocupação com a preservação do meio ambiente e queremos manter a nossa cidade sempre limpa e bonita. Por isso, pedimos a colaboração dos moradores para que não sujem ou descartem lixo em local inadequado, inclusive em frente das residências e calçadas. Pedimos para que denunciem atos irregulares”, afirmou o prefeito Luiz Dalben (Cidadania), em nota.

Em alguns bairros os casos são recorrentes mesmo com a manutenção e a coleta efetuadas pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos.

A limpeza e a operação cata-treco são feitas diariamente, mas muitos moradores ainda continuam descartando irregularmente lixo e entulhos em terrenos baldios, calçadas, áreas verdes e em vias públicas, informou a prefeitura.

O descarte irregular de materiais gera prejuízo aos cofres públicos e causa danos à saúde, pois o lixo atrai vetores que provocam doenças.

Desde 2018 está em vigor na cidade lei nº 6075/18 – de iniciativa do ex-vereador, atualmente deputado estadual Dirceu Dalben – que estabelece multas e sanções para quem sujar as vias e espaços públicos da cidade ou descartar lixo e entulho irregularmente.

Outra Lei de defesa do meio ambiente (5793/2015) que vigora no município prevê multa de R$ 3.336,96 para descarte irregular.

“Infelizmente, o descarte irregular de lixo tem acontecido com frequência em Sumaré e gera inconvenientes. É muito importante que os moradores exerçam a cidadania e a conscientização, evitando descartar de forma incorreta, porque além de zelarmos pelo local onde moramos, vamos preservar a saúde. Novamente pedimos a colaboração da população para que ajude o poder público a manter a cidade limpa”, disse a Comandante da Guarda Municipal, Simone Nery, em nota.

Os moradores de Sumaré podem denunciar os casos de descarte irregular pelo 0800.773.8900 do GPA (Grupo de Proteção Ambiental), 156 da Guarda ou nos telefones das Administrações Regionais.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também