sexta-feira, 12 abril 2024

Hortolândia quer vacinar de 5 mil a 7 mil em ‘Dia D’ no sábado

 A vacinação será feita em 12 locais, sendo que em um dos locais será montado o esquema de drive-thru. A vacinação será no horário das 8h às 15h30

Serão vacinadas pessoas sem comorbidades ou doenças crônicas nascidas até 1980 (ou seja, com idade entre 40 e 41 anos ou mais ( Foto: Divulgação)

A fim de agilizar a imunização, a Prefeitura de Hortolândia anuncia para o próximo sábado (26) a realização de um “Dia D” da vacinação contra a Covid-19. A meta é imunizar entre 5 mil a 7 mil pessoas, mediante agendamento prévio.

Serão vacinadas pessoas sem comorbidades ou doenças crônicas nascidas até 1980 (ou seja, com idade entre 40 e 41 anos ou mais).

A vacinação será feita em 12 locais, sendo que em um dos locais será montado o esquema de drive-thru. A vacinação será no horário das 8h às 15h30.

A Secretaria de Saúde salienta que para ser vacinado é necessário fazer cadastro no site Vacina Já, do governo estadual, e agendamento no site da prefeitura, por meio do site http://www2.hortolandia.sp.gov.br.

A Secretaria de Saúde reforça que somente serão vacinadas as pessoas que fizerem o agendamento. Ao fazer o agendamento no site da prefeitura, a pessoa poderá escolher o horário e o local em que deseja ser vacinado.

O esquema de drive-thru será montado no Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang, localizado no Jardim Nossa Senhora de Fátima.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a entrada será pela Rua Maria Benedita Firmino.

Para ser vacinado é necessário levar CPF (Cadastro de Pessoa Física), comprovante de endereço, Cartão Cidadão ou do SUS (Sistema Único de Saúde) e documento que comprove vínculo com o munícipio, que pode ser Título de Eleitor ou documento de veículo.

A Secretaria de Saúde salienta que o comprovante de endereço tem que ser deste ano.

Também será aceito como comprovante de endereço qualquer correspondência que a pessoa tenha recebido em seu nome.

Caso a correspondência esteja no nome do cônjuge, é necessário levar Certidão de Casamento ou documento que comprove o estado civil da relação.

Já as pessoas com deficiência permanente deverão apresentar laudo que comprove a deficiência e os documentos.

Também serão vacinadas pessoas com comorbidade ou doença crônica acima de 18 anos. Estas pessoas devem levar comprovante da doença (laudo, relatório ou prescrição médica) em documento emitido em até um ano e que contenha o número de inscrição no CRM (Conselho Regional de Medicina) do médico que atende o paciente, e os documento 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também