sábado, 15 junho 2024

SESI Hortolândia conquista ouro na 10ª Mostra de Ciências e Tecnologia Instituto 3M

 Dupla foi selecionada com projeto que leva solução à segurança da mulher

Foto: Divulgação

Com o intuito de incentivar o espírito científico e a criatividade de jovens estudantes da educação básica e técnica da região metropolitana de Campinas (SP) e Ribeirão Preto (SP), aconteceu nos dias 14 e 15 de dezembro a 10ª Mostra de Ciências e Tecnologia Instituto 3M.

O evento integra o Desafio de Inovação Instituto 3M, que tem como principal objetivo a formação de professores para a prática das ciências e a orientação de projetos investigativos realizados por estudantes da educação básica.

Inscritos na categoria Engenharia, a mais disputada da mostra, os alunos do 3º ano do ensino médio do Sesi Hortolândia, Alessandro Alves e Thayná Quinteiro, conquistaram o primeiro lugar com a apresentação de um dispositivo desenvolvido para auxiliar no combate à violência contra a mulher.

Intitulado Click Help, o dispositivo de bolso criado pela dupla de alunos foi idealizado para ser um item de pequeno porte, como um colar ou uma pulseira, que poderá ser utilizado pela mulher de maneira contínua e discreta. “Ele estará conectado a um telefone celular via bluetooth e, com uma sequência de toques, será possível solicitar ajuda”, explicou Thayná.

Os estudantes iniciaram o experimento após a chegada da pandemia, tendo como base nota técnica publicada indicando o aumento de mais de 400% de relatos de brigas de casais, com indício de violência doméstica, entre os meses de fevereiro a abril de 2020. “Para termos um feedback sobre a aceitabilidade do nosso projeto, também fizemos uma pesquisa com 77 mulheres, de 13 a 18 anos, em nossa escola. Ao todo, 80% delas responderam que já sofreram algum tipo de assédio. Entre essas, 92% afirmaram que utilizariam o Click Help ou algum dispositivo de proteção”, esclareceu a aluna.

De acordo com Alves, o aparato foi criado para ser utilizado de duas maneiras diferentes. “A primeira é uma situação de alerta na qual a mulher suspeita que pode acontecer algo. Neste caso, ela deve executar uma sequência maior de cliques no dispositivo que fará a chamada para o seu contato de emergência. Já a segunda opção é quando ela identifica uma situação de perigo e, a partir do toque, é realizada uma ligação para as autoridades da região com o envio da localização atual, informando que essa mulher precisa de ajuda”.

A dupla de estudantes contou com a orientação dos professores Carolina Andrade e Leonardo Panazzolo, que reforçam a relevância da invenção, capaz de unir tecnologia a um importante problema social. “Notamos o poder transformador desses jovens que querem auxiliar a vida de tantas pessoas que sofrem violências diárias ou importunações contínuas. Escola é o lugar em que as reflexões sociais ocorrem, e nós, enquanto professores orientadores, temos esta missão de incentivá-los e direcioná-los para tal transformação. Acredite, eles mudam vidas”, afirmou Panazzolo.

“Me sinto orgulhosa e honrada em poder participar dessa equipe. Ver estudantes engajados em buscar soluções para problemas que assombram nossa sociedade é, sem dúvida, a certeza de que a educação ainda é o melhor caminho para a mudança”, finalizou Carolina.

O projeto conferiu aos estudantes do SESI Hortolândia medalha, troféu e certificado de 1º lugar, bem como um prêmio no valor de R$ 1.100,00. Além disso, a dupla é uma das quatro finalistas selecionadas para semifinal da Febrace, que acontece no início do próximo ano.

O ano de 2022 foi especialmente promissor para a unidade, que conquistou muitos outros prêmios em competições importantes.

Conheça quais foram:

OURO

Kauã Alves de Brito Veras – Olimpíada Nacional de Eficiência Energética (ONEE) – 9º ano

PRATA

Diego Castan Lopes – Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) – 3º médio
Kauã Alves De Brito Veras – Olimpíada Brasileira de Biologia Sintética (OBBS) – 9ºano
Alessandro Alves De Araújo, Victor Hugo Nepomuceno e Vitória de Nicole da Silva – Feira Brasileira de Jovens Cientistas FBJC – 3º e 2º médio

BRONZE

Diego Castan Lopes – Olimpíada Nacional de Ciências (ONC) – 3 Médio
Alessandro Alves De Araújo, Luiz Fernando Silva de Morais e Naiury Chaves da Silva – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace) – 3º médio e ex-alunos

MENÇÃO HONROSA

Ana Júlia Rangel Matos – Olimpíada Nacional de Ciências (ONC) – 1º médio
Fernanda Bueno de Andrade – Olimpíada Nacional de Ciências (ONC) – 2º médio
Guilherme Barbosa de Paula – Olimpíada Nacional de Ciências (ONC) – 7º ano

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também