segunda-feira, 22 julho 2024
DEPOIS DE 40 ANOS

Iniciaram as obras de reforma na Maternidade do Hospital Municipal de Americana

Uma série de melhorias, adaptações e novidades farão parte da entrega final; a previsão de conclusão é para o primeiro semestre de 2024
Por
João Victor Viana
Fotos: Divulgação / Prefeitura de Americana

Anunciadas no dia 30 de novembro, as obras na Maternidade do Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi começaram nesta semana. Depois de 40 anos sem intervenções de melhoria, o espaço será adaptado e modernizado para segurança e bem-estar de gestantes, recém-nascidos e familiares.

O ponto de partida para o início dos trabalhos foi o isolamento do local e a desmontagem da estrutura antiga. Forro do teto, portas, armários, caixas de tomadas, vasos e pias dos sanitários, também estão sendo removidos. Já a remoção do piso terá início, ainda nesta semana.

Será feita a troca completa de esquadrias e vidros, serviços de serralheria, pintura total, substituição de toda a instalação elétrica, instalação de equipamentos de ar-condicionado em todos os quartos e setores, reconstrução da parte hidráulica e instalação de tubulação para a nova linha/rede de gases em todos os quartos.

“O início da reforma da Maternidade do Hospital Municipal deixa a gente muito feliz porque é a largada para uma das mais importantes obras já realizadas na Saúde em Americana. Estamos investindo em um espaço sensível para o município, que é o local de nascimento de tantos americanenses todos os anos”, ressaltou o prefeito Chico Sardelli.

Uma série de melhorias, adaptações e novidades farão parte da entrega final da reforma, e como destacou o secretário municipal de saúde, Danilo Carvalho, “o espaço vai proporcionar às futuras mamães terem seus filhos em um ambiente mais acolhedor e humanizado”, e ainda complementou, “este é o modelo de assistência que queremos oferecer e não abrimos mão de uma qualidade cada vez melhor”.

A nova Maternidade do HM contará com 22 leitos (dois apartamentos), dois leitos PPP (pré-parto, parto e pós-parto), sanitários, postos de enfermagem, sala dos médicos, sala de espera, sala de exames e curativos, depósito de material de limpeza e outras dependências. A unidade também terá novos espaços: dois consultórios para o atendimento de demandas obstétricas de urgência e uma sala de triagem neonatal.

A previsão é que a entrega do espaço, seja no primeiro semestre de 2024. O secretário Danilo Carvalho disse ao TODODIA, no dia do anúncio, que o planejamento propõe 120 dias de trabalhos para a finalização das obras.

Serão investidos R$ 2,8 milhões, sendo R$ 1 milhão de emenda parlamentar destinada pelo deputado estadual Alex de Madureira, intermediada por Thiago Brochi, R$ 300 mil de emenda parlamentar destinada pelo deputado federal Carlos Zarattini, intermediada pela vereadora Professora Juliana, e R$ 1,5 milhão da própria Secretaria de Saúde, já previstos no contrato com a Santa Casa de Misericórdia de Chavantes (SCMC), organização social que faz a gestão compartilhada do HM junto à Prefeitura de Americana.

Atendimento provisório em nova ala

Neste momento, para dar continuidade aos atendimentos, a Maternidade do HM está na Ala 3. Os leitos e pacientes da Ala 3 foram deslocados para o setor pós-cirúrgico da Ala 1.

A área temporária está isolada com duas portas em MDF, a fim de garantir a segurança de pacientes e funcionários.

“As intervenções na Maternidade serão feitas de forma a garantir a segurança total de pacientes e funcionários e sem prejudicar o funcionamento do HM. Quando estiver concluída, a ala estará totalmente renovada e estruturada para atender a população”, ressaltou Luiz Augusto Bandeira, diretor da SCMC em Americana.

Fotos: Divulgação / Prefeitura de Americana
Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também