PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mães reclamam de escorpiões em escola, em Santa Bárbara

Caso ocorre na Emefei José Luiz Gomes da Silva (Zelo), no Conjunto Habitacional dos Trabalhadores

Mães de alunos da Emefei (Escola Municipal de Educação Infantil) José Luiz Gomes da Silva (Zelo), no Conjunto Habitacional dos Trabalhadores, em Santa Bárbara d’Oeste, estão preocupadas com o aparecimento de escorpiões na unidade escolar. 

PUBLICIDADE

Nas últimas semanas, foram encontrados três aracnídeos, dois em salas de aula (2º e 5º ano) e outro no refeitório. Na semana passada, um escorpião foi achado sobre a carteira de uma aluna. 

Há cerca de um mês, elas cobram providências da prefeitura para a limpeza geral no entorno da escola, área de mata que fica próximo ao córrego Mollon, na “divisa” com o bairro Planalto do Sol, corte e poda de arvores da espécie Leucenas, plantadas ao lado do alambrado, e dedetização em todas as dependências da escola, para evitar os escorpiões. 

PUBLICIDADE

Como não houve resposta, o problema foi levado ao conhecimento do Ministério Público Estadual. 

Na semana passada, a artesã Sandra Santos Maia, 43 anos, moradora no Jardim San Marino, que tem dois filhos (um casal de 10 e 7 anos) na escola, procurou a Promotoria da Infância e da Juventude para denunciar o caso e buscar apoio. Ele prestou depoimento e aguarda o encaminhamento do caso. 

PUBLICIDADE

INÍCIO DA LIMPEZA 

Após a mobilização das mães, a prefeitura iniciou a roçagem do mato atrás da escola com um trator, mas o serviço não foi concluído. “Faz um mês que estamos cobrando providências, não podemos esperar que uma criança seja picada por escorpião”, desabafou Sandra. 

A Prefeitura informou que a demanda foi encaminhada ao setor responsável para análise e providências. 

 

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This