terça-feira, 23 abril 2024

Novo pacote de obras do estado inclui mais 3 estradas na região

Virginia Viel, em Sumaré, SP-135 e SP-306, a partir de Santa Bárbara, terão obras orçadas em R$ 38 milhões 

Programa | O secretário Marco Vinholi no anúncio do pacote de obras nesta segunda (Foto: Governo de SP/ Divulgação)

O governo de São Paulo anunciou nesta segunda-feira (21) investimentos de mais de R$ 1,7 bilhão no programa “Estrada Asfaltada”, que prevê obras de melhorias em 2.300 quilômetros de vias em 196 cidades do interior e do litoral. O pacote inclui três estradas na região: a Rodovia Virginia Viel Campo Dall’Orto (a SPA-115/330), em Sumaré, Rodovia Comendador Américo Emílio Romi (SP-306), que liga Santa Bárbara d’Oeste a Capivari, e Rodovia Margarida da Graça Martins (SP-135), de Santa Bárbara a Piracicaba. Juntas, as três obras, previstas para serem iniciadas até o final do ano, estão orçadas pelo governo em mais de R$ 38,3 milhões.

O anúncio do Estrada Asfaltada – feito nestta segunda no Palácio dos Bandeirantes, pelo governador João Doria (PSDB), acompanhado do vice, Rodrigo Garcia, e de secretários de estado, como o de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi – ocorre uma semana depois de outro pacote de obras já anunciado pelo governo. Na última segunda (14), Doria já havia divulgado a terceira fase do programa “Novas Vicinais”, que prevê recuperação de 140 vias, ou 1.531 quilômetros de melhorias, com investimentos de R$ 1,08 bilhão. A estrada Ivo Macris, que liga Americana a Paulínia, por exemplo, bem como a SMR-346 (Avenida João Argenton – Rodovia Walter Manzato), ligação de Sumaré com Nova Odessa, e a Vicinal Mor-433, ligação de Monte Mor com Sumaré, foram incluídas no Novas Vicinais.

“Na totalidade dos investimentos já anunciados, tanto no programa Estrada Asfaltada quanto do Novas Estradas Vicinais, o Governo de São Paulo está investindo mais de R$ 4 bilhões em obras e melhorias. É o maior investimento em asfalto e em recuperação de estrada da história do estado”, disse Doria.

Esses investimentos, segundo o governo do estado, dão início à nova matriz logística implementada pela Secretaria de Logística e Transportes. As mais de 150 obras do Estrada Asfaltada são tecnicamente chamadas de conservação especial, manutenção de vias que consiste em recape e implantação de nova sinalização das rodovias. “Estamos com o maior programa de recuperação de estradas da história em São Paulo. Até o final do ano, muitas destas obras já serão entregues”, afirmou o vice-governador.

O novo programa prioriza a retomada da economia nacional, apesar da pandemia da COVID-19. “A boa qualidade das rodovias impacta diretamente na redução de acidentes e, ao mesmo tempo, melhora a distribuição logística e aumenta o PIB paulista”, completou o Secretário de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto.

CRONOGRAMA
O edital das obras deve ser publicado até julho e a previsão é que os serviços sejam iniciados até o final deste ano.

O prazo de conclusão das obras varia de 4 a 14 meses.

Entre os serviços que deverão ser executados, destacam-se a adaptação da rodovia às novas condições de tráfego e alterações ocorridas no seu entorno; implementação de pequenas obras necessárias para o seu bom funcionamento e a redução do tempo de percurso, com a consequente diminuição no custo de transporte.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também