PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Papa Francisco aceita a renúncia de Dom Vilson, bispo de Limeira

O Pontífice nomeou administrador apostólico "sede vacante" da diocese Dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida (SP)

O Papa Francisco aceitou a renúncia apresentada por Dom Vilson Dias de Oliveira ao governo pastoral da diocese de Limeira (SP). O administrador apostólico “sede vacante” da diocese será Dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida (SP). A saída do bispo já era dada como certa, conforma adiantou o TODODIA ontem (16) pelas redes sociais.

PUBLICIDADE

O aceite da renúncia foi divulgado hoje (16) pelo site do Vaticano, o Vatican News, que ainda publicou na íntegra a carta escrita por Dom Vilson e enviada ao Papa (veja a íntegra abaixo).

A partir de agora Dom Vilson passa a ser bispo emérito (título conferido a um bispo diocesano cuja renúncia foi aceita) sem ter mais nenhum compromisso com a Diocese.

PUBLICIDADE

INVESTIGAÇÃO

A renúncia acontece em meio a uma investigação criminal e processos canônicos contra o ex-administrador diocesano que é suspeito de desvio de dinheiro, enriquecimento ilícito e ainda de acobertar abusos sexuais do padre Pedro Leandro Ricardo, ex-reitor da Basílica de Santo Antônio de Pádua, em Americana.

PUBLICIDADE

Assim como Dom Vilson, Padre Leandro está sendo investigado tanto por desvio de dinheiro como pelos abusos contra jovens acólitos (coroinhas).

Fiéis já fizeram duas manifestações em frente a Basílica, uma delas realizada no final de semana, pedindo o afastamento de Dom Vilson, que se concretizou hoje. O padre Leandro renunciou no final de janeiro e também está afastado.

Uma entrevista coletiva da Diocese seria realizada agora de manhã para esclarecer pontos da investigação e outras dúvidas. Seria a primeira vez que a Igreja iria se pronunciar oficialmente. Mais informações na edição impressa de amanhã ou ainda hoje pelas nossas redes sociais e pelo site www.tododia,com,br.

ENTENDA O CASO

O padre Leandro e Dom Vilson estão sendo investigados em inquéritos abertos no início pela Polícia Civil, sob suspeita de apropriação indébita de pelo menos R$ 1,2 milhão em recursos da igreja.

Além da suspeita de desvio de recursos, contra o padre Leandro, especificamente, pesam ainda diversas acusações por supostos crimes de assédio sexual contra menores de idade – adolescentes que seriam acólitos (coroinhas) da igreja.

As denúncias de assédio, inclusive, já teriam sido levadas ao conhecimento do bispo há anos, mas teriam sido ignoradas. O padre nega as denúncias e a Diocese se recusa a comentar. Leia a carta enviada por Dom Vilson ao Papa e lida aos fiés hoje de manhã:

“Diz bem o conhecido ditado: ‘um planta, outro rega’!

Queridos irmãos e irmãs, nesses últimos meses enfrentamos todo tipo de cruzes, por meio de ataques à nossa Igreja Particular de Limeira, a mim e a vários presbíteros. Reconheço minhas limitações, mas também levo no coração todo amor que aqui recebi do bom Povo de Deus presente nos 16 municípios que compreendem esta Igreja Particular de Limeira.

Com imensa gratidão, digo-lhes que sempre fui muito bem acolhido e aceito pelo povo desta importante Diocese de Limeira. Hoje me despeço de vocês como Bispo Diocesano e peço minha renúncia por amor à Igreja de Cristo e pelo bem desta Diocese para que os trabalhos pastorais possam continuar crescendo e se fortalecendo com a doação incansável de cada um de vocês que se dedicam ao Reino de Deus.

Foram quase 12 anos de minha nomeação (13/06) que tive a oportunidade de servir ao Senhor e à Santa Mãe Igreja nestas terras, enfrentei com alegria cada desafio da realidade aqui encontrada. Sei que a dimensão pastoral é imensa, e muito trabalhei para isso. No entanto, neste momento, sinto-me pequeno frente à grandeza da missionariedade que esta Igreja Particular tomou em suas proporções.

Levo no meu coração este aprendizado, na confiança e certeza de que a obra é de Deus, e me coloco à disposição da Santa Mãe Igreja para servi-la não importando o lugar e o ministério a mim confiado por Deus daqui para frente.

Minha bênção episcopal na certeza de que o Espírito Santo conduz a Igreja e cada um dos diocesanos que aqui se doaram e se doam no serviço eclesial.

Que Deus, por intercessão de Nossa Senhora das Dores, padroeira da Diocese de Limeira, nos abençoe e nos guarde. Em Cristo Jesus, nossa paz. Com estima,

Dom Vilson Dias de Oliveira, DC”

 

 

 

 

 

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This