Domingo, 17 Outubro 2021

PM recupera parte de carga de cigarros roubada em Sumaré

PM recupera parte de carga de cigarros roubada em Sumaré

Policiais militares da 3ª Companhia apreenderam parte de uma carga de 1.456 cigarros roubada no final da Avenida Minasa, no Bairro Matão, em Sumaré. U

Policiais militares da 3ª Companhia apreenderam parte de uma carga de 1.456 cigarros roubada no final da Avenida Minasa, no Bairro Matão, em Sumaré. Um dos envolvidos no assalto foi preso em Hortolândia.


Este envolvido foi preso porque foi reconhecido como um dos assaltantes pela vítima. O irmão dele, também envolvido no roubo, foi identificado pela vítima, mas não foi localizado.


O roubo ocorreu no final da Avenida Minasa, no Matão, quando a vítima iria acessar a marginais da Rodovia Anhanguera (SP-330).


Esse bairro onde ocorreu a prisão fica na região chamada de Tríplice Fronteira, nos limites de Sumaré, Hortolândia e Campinas.


Os fatos ocorreram às 7h26 desta quarta-feira (20) e foram divulgados na tarde desta quinta (21), pelo 48º Batalhão da PM, sediado em Sumaré.


A Polícia foi informada que o assalto foi praticado a um veículo Renault Master. A quadrilha estava em uma moto Honda CG, em um veículo Fait Doblo e em um Celta com uma escada no teto e com adesivos de uma empresa.


Em buscas no Jardim Conceição e Vila Guedes, no limite com o Bairro São Judas Tadeu, os policiais encontraram uma parte da carga roubada por meio do rastreamento. A carga estava em uma área de mata. Não há informações sobre a quantidade de cigarros recuperada.


Ainda continuando as buscas, os agentes chegaram até Rua 24 de Maio, na Vila Guedes, em Hortolândia, a partir de informações da empresa de rastreamento. Próximo desse local foi localizado um dos veículos usados na cobertura, um Celta.



[caption id="attachment_74054" align="aligncenter" width="710"] (Foto;Divulgação/PM)


Os policiais viram o acusado W.F.D. R. sair da residência. Ele estava de posse de um capacete branco e da chave Celta. Assim que viu o carro, o suspeito ficou muito nervoso e começou a suar, o que motivou a abordagem policial.


O até então suspeito não portava armas e nem drogas. Mas carregava um capacete. Argumentou em sua defesa que sabia que havia ocorrido o assalto, mas não havia participado. E que o capacete era de um amigo.


A mulher de W. autorizou a entrada dos policiais na residência. Depois, os policiais localizaram o segundo veículo usado no assalto, o Doblo, que estava com as portas destravadas, na mesma rua.


De novo os policiais interrogaram o suspeito W. Ele disse que o Doblo e a carteira de motorista encontrada no interior eram do irmão dele, E.D.R., que havia alugado o veículo para trabalhar e não sabia onde ele estava.


Diante da materialidade do crime, os policiais contataram a vítima, que reconheceu os dois irmãos como participantes do assalto. O foragido E. foi reconhecido pelo documento de identidade. Na Delegacia de Hortolândia, foi elaborado o boletim de ocorrência.


O acusado W. foi autuado em flagrante pelo roubo e conduzido até a Cadeia Pública de Sumaré. Os veículos foram apreendidos. O segundo acusado não foi localizado.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 17 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/