terça-feira, 27 fevereiro 2024

Queimadas assustam na zona urbana

Nada menos que 270 queimadas foram registradas em Americana durante o ano passado. E, ao contrário do que acontece na região – onde os incidentes ocorrem principalmente nos canaviais -, por aqui elas são comuns nos bairros, já que a zona urbana toma 51 quilômetros quadrados do território.

Ao longo de 2019, o maior número de casos foi registrado nos bairros da região do Jardim da Paz,   Parque da Liberdade e Parque Gramado, mas também houve focos no Werner Plaas e Jardim Boer. Regiões, enfim, que ainda preservam glebas verdes.

O levantamento foi feito pelo GPA (Grupo de Proteção Ambiental), formado por guardas municipais de atuação exclusiva nos cuidados com o ambiente.

A preocupação cresce nos meses de inverno, que registram baixa umidade do ar e falta de chuvas. Agosto, segundo o GPA, é historicamente o mês do ano com mais casos.

No último dia 8, por exemplo, o fogo destruiu pelo menos 9 mil metros quadrados da Gruta Dainese, que concentra a maior área de vegetação dentro da zona urbana. Há casos em que a própria população ateia fogo em lixo amontoado e a destruição é imensa.

Diante do quadro, a Secretaria de Meio Ambiente de Americana, que mantém uma unidade de educação ambiental, lançou uma campanha digital para engajamento das pessoas no combate às queimadas.

Com base nas ocorrências acumuladas no ano passado, o poder público desenvolveu materiais educativos para a web. Além de falar dos prejuízos ao meio ambiente, se busca alertar a população sobre os riscos à saúde. O projeto envolve agentes ambientais, ambientalistas voluntários e professores da rede municipal. Os interessados em ter acesso ao material podem pedir informações no 3471-0770.

DENUNCIE

A prática de queimada ou o depósito irregular de lixo podem ser denunciadas ao SAC (Serviço de Atendimento ao Cidadão), no 3475-9024 ou ao GPA (Grupo de Proteção Ambiental), pelos telefones 153 e 3461-8631.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também