quarta-feira, 24 abril 2024

Receita paga R$ 1,5 milhão em restituição do Imposto de Renda na região

Contribuintes de Americana, Santa Bárbara d’Oeste e Nova Odessa foram beneficiados 

RECEITA | Restituição (Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil)

A Receita Federal pagou cerca de R$ 1,5 milhão do lote residual de restituição do imposto de renda aos contribuintes das cidades da região de Americana, Santa Bárbara d’Oeste e Nova Odessa na última quinta-feira (31). Este valor diz respeito à jurisdição da Delegacia da Receita Federal de Piracicaba, que abrange estas cidades, entre outras 22.

A Receita Federal disponibilizou o lote de restituição do IRPF (Imposto de Renda da Pessoa Física) para consulta no dia 24 de março e o crédito bancário foi realizado na quinta-feira.

O lote de março de 2022 na jurisdição da Delegacia de Piracicaba incluiu, ao todo, 2.361 declarações que juntas totalizaram R$ 1.509.380,67, de acordo com a assessoria de imprensa da Receita Federal.

No total, a restituição foi de R$ 210 milhões a 212.711 contribuintes brasileiros.

Desse valor, cerca de R$ 80 milhões referem-se ao quantitativo de contribuintes que têm prioridade legal.

Para conferir a restituição, o contribuinte deve acessar o site da Receita (www.gov.br/receitafederal), clicar em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, em “Consultar a Restituição”.

O pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda, conforme informações da Receita Federal.

Se o contribuinte não resgatar o valor da restituição no prazo de um ano, é possível solicitá-lo por meio do Portal e-CAC, no site da instituição.

Em comparação a março de 2021, a diferença do valor da restituição foi em torno de R$ 50 mil.

O lote de março de 2021 na jurisdição da Delegacia de Piracicaba incluiu 1.408 declarações que juntas totalizaram R$ 1.449.455,74. Ou seja, apenas R$ 59.924,93 a menos do que o lote de março de 2022.

De acordo com a assessoria de imprensa, variações nos valores dos lotes (dentro de um mesmo ano ou em comparação com outros anos) são normais pois a formação dos lotes depende de inúmeros fatores.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também