quinta-feira, 18 abril 2024
QDENGA

Região deve receber vacina contra dengue ainda neste mês

Doses fazem parte de lotes remanescentes do imunizante
Por
Isabela Braz e Renato Pereira
Foto: Divulgação

O Ministério da Saúde divulgou o número de doses que cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas) devem receber da vacina QDenga, para imunização da dengue. Americana, Campinas, Hortolândia, Monte Mor, Nova Odessa, Paulínia, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré foram algumas das cidades contempladas nessa nova etapa de expansão. Os lotes são remanescentes, com validade até o dia 30 deste mês.

De acordo com o Ministério da Saúde, Campinas deve receber o maior número de doses na região, 18.063 ao todo. A cidade já registrou 35.288 casos da doença apenas neste ano, com quatro óbitos confirmados e 13 em investigação.

Americana, que já registrou 415 casos e possui um óbito em investigação, receberá 3.650 doses do imunizante, enquanto Santa Bárbara d’Oeste, com 997 casos confirmados e também uma morte suspeita, deve receber 2.959 doses.

Hortolândia, Sumaré e Nova Odessa devem disponibilizar 4.298, 5.334 e 1.079 doses de QDenga, respectivamente. As cidades contabilizam 415 (Hortolândia), 1.023 (Sumaré) e 1.007 (Nova Odessa) casos confirmados desde janeiro deste ano.

Já Paulínia, com 1.308 casos registrados em 2024, e Monte Mor, com 470 casos confirmados, receberão 2.077 e 1.321 doses, respectivamente.

Segundo o Ministério da Saúde, a distribuição das doses da vacina contra dengue está seguindo as orientações conforme
o Informe Técnico Operacional da Estratégia de Vacinação contra a doença.

“Vale ressaltar que a faixa etária da estratégia incorporada ao PNI (Plano Nacional de Imunização) é de 10 a 14 anos, contudo, com o objetivo de ampliar o número de municípios e o acesso da população-alvo a receberem a primeira dose (D1) no menor tempo possível e diante do número limitado de doses disponíveis no momento, recomendamos que a vacinação seja iniciada pela administração de D1 para as idades de 10 e 11 anos. Desta maneira e com o envio desta terceira remessa, todos os municípios elencados dentro da estratégia receberão as doses neste mês”, ressalta a pasta.

A TVTODODIA questionou as prefeituras do município sobre o planejamento para aplicação das doses, mas não ainda não obteve retorno.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também