Quinta, 26 Mai 2022

Região recebe novo lote e avança na vacinação

Região recebe novo lote e avança na vacinação

A região recebeu ontem um novo lote de doses da vacina contra a Covid-19 fabricada pelo Instituto Butantan, a CoronaVac. Foram 14,5 mil unidades distr
A região recebeu ontem um novo lote de doses da vacina contra a Covid-19 fabricada pelo Instituto Butantan, a CoronaVac. Foram 14,5 mil unidades distribuídas a Americana, Hortolândia, Nova Odessa, Santa Bárbara d'Oeste e Sumaré. Com os novos imunizantes, a região chegou à marca das 43 mil doses recebidas e já ultrapassou a marca dos 18 mil imunizados, entre profissionais da saúde, idosos moradores de asilos e idosos com mais de 90 anos, considerando dados de balanços das prefeituras e do governo do estado.
A cidade que lidera o recebimento de vacinas é Americana. Ontem, 4.555 doses foram disponibilizadas ao município, o maior lote até agora. Desse total, 3 mil doses serão destinadas para aplicação da segunda dose aos já vacinados, enquanto o restante será reservado aos idosos com 85 anos ou mais, faixa etária prevista para a próxima fase, que deverá começar no dia 15 de fevereiro.
O secretário de Saúde, Danilo Carvalho Oliveira, comemorou o recebimento de mais essa remessa. "É essencial recebermos as vacinas, o ideal era que já tivesse disponível para toda a população, mas enquanto isso não acontece, nós continuamos seguindo as diretrizes do plano estadual e federal de vacinação, com os devidos critérios de prioridades", afirmou.
Americana já recebeu 12.875 doses do imunizante, sendo 10.675 encaminhadas pelo estado e 2.200 pelo Ministério da Saúde (vacina de Oxford).
A prefeitura informou que, a partir de hoje, todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) passarão a vacinar também os profissionais de saúde residentes, ou que atuam no município, e que ainda não foram vacinados.
Apenas serão contemplados profissionais de estabelecimentos públicos e privados de saúde humana, que estejam com seu conselho de classe ativo e que também comprovem o vínculo com o local de trabalho.
Para se vacinar, o profissional precisa procurar uma unidade básica do município, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 15h, munido de um documento com foto, bem como documentos que comprovem a profissão exercida, o vínculo empregatício e a inscrição no conselho de classe ao qual pertence.
Em Santa Bárbara, 2.513 novas doses chegaram ontem, totalizando 6.953 unidades na cidade, sendo apenas 1.200 do governo federal e o restante do Estado.
A cidade também passará a vacinar idosos com 85 anos ou mais a partir de segunda, e aplicará a segunda dose aos imunizados no começo da campanha. A prefeitura não informou balanço atualizado de vacinados.
Sumaré recebeu 3.647 doses, sendo 967 para primeira aplicação e 2.680 para segunda dose de quem já recebeu a primeira. A prefeitura informou ontem que atingiu a marca de 5,5 mil vacinados e que concluiu a vacinação dos idosos de asilos.
A cidade também anunciou para segunda o início da vacinação de idosos com 80 anos ou mais. Esse público será vacinado somente no CCTI (Centro de Convivência da Terceira Idade), localizado na Avenida Brasil, 1.111, Jardim Nova Veneza.
Em Hortolândia, mais 3.516 doses chegaram ao município, que já vacinou cerca de 3,6 mil pessoas. O município está vacinando profissionais de saúde da rede particular e já recebe pré-cadastro de idosos acima de 60 anos pelo site da prefeitura.
Nova Odessa recebeu mais 269 doses da CoronaVac ontem. A cidade informou que está vacinando os idosos no ginásio do Santa Rosa por meio de convocação após cadastro, a fim de evitar aglomerações. Já foram cadastradas 4 mil pessoas, entre idosos que serão vacinados em fases posteriores e profissionais da saúde, mas a cidade soma até agora apenas 1.319 doses da vacina, incluindo os três lotes de CoronaVac e 270 doses da vacina de Oxford.
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 26 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/