sexta-feira, 12 abril 2024

Região teve registros de manifestações bolsonaristas com o fechamento da Rodovia Anhanguera

 Ação de grupo inconformado com derrota eleitoral foi debandada com uso de gás lacrimogênio pela Polícia Militar Rodoviária

 Na noite desse domingo (08), a Rodovia Anhanguera (SP-330) sofreu uma ação de bloqueio de por manifestantes bolsonaristas após os atos violentos ocorridos em Brasília.

Numa tentativa de “fazer coro” e ampliar o motim para pressionar pela destituição do Presidente eleito no pleito de outubro de 2022, ações de bloqueio nos dois lados da rodovia foram realizadas na altura do trevo da Unip, na cidade de Limeira (SP), com início no fim da tarde desse domingo.

Segundo informações levantadas, as paralisações nas rodovias têm partido de caminhoneiros independentes e também de populares que querem a deposição dos três Poderes.

A Polícia Militar Rodoviária (PMR) foi acionada para negociar a desobstrução da via e após tentativa de resolução pacífica, que não se obteve uma ação colaborativa por parte dos manifestantes, os soldados da PMR fizeram o lançamento de bombas de gás lacrimogêneo, garantindo a liberação completa dos dois lados da rodovia. Até o momento, não há informações de novas tentativas de bloqueio no trecho de Limeira.

Outras áreas

Movimentos semelhantes também aconteceram na cidade de São Paulo, onde manifestantes fecharam a Av. 23 de Maio, uma importante via que dá acesso à Zona Sul, em especial às imediações do Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo Paulista e também desemboca nas proximidades da sede do Comando Militar do Sudeste.

Na manhã desta segunda-feira (09), manifestantes fecharam a Marginal Tietê, também na Capital Paulista, com barricadas de pneus em chamas. A ação prejudica a entrada ou passagem pela cidade por quem chega pela Rodovia Castelo Branco e quem vem da Marginal Pinheiros e Rodovia Ayrton Sena.

O Governador do Estado de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), ex-ministro de Bolsonaro, declarou que não admitirá que os mesmos fatos ocorram em São Paulo. “Manifestações perdem a legitimidade e a razão a partir do momento em que há violência, depredação ou cerceamento de direitos. Não admitiremos isso em SP.”

Condições das Estradas no Estado de São Paulo


Segundo a Polícia Rodoviária Federal de São Paulo, onde havia bloqueios e manifestações na noite de ontem, as rodovias estão completamente livres na manhã desta segunda-feira.

A PRF do estado emitiu comunicado informando que houve uma interdição parcial no km 279 da Régis Bittencourt, por volta das 5h47, onde manifestantes atearam fogo em pneus, mas a pista já foi liberada.

Um comunicado emitido pela PRF às 7h02 informa que as rodovias do estado estão completamente livres.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também