terça-feira, 27 fevereiro 2024
REGIONAL

Reunião sobre projetos prioritários da RMC ganha espaço para Febre Maculosa

Na pauta estavam temas como a evolução da construção do futuro PDUH (Plano Estadual de Desenvolvimento Urbano e Habitacional) 2040; e a preocupação no enfrentamento da doença devido ser uma região endêmica
Por
Redação
Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira (16/06) foi realizada a reunião técnica sobre Planejamento, Habitação e Meio Ambiente promovida pelo Conselho de Desenvolvimento da RMC (Região Metropolitana de Campinas), com foco nos projetos estratégicos da região. Temas como a evolução da construção do futuro PDUH (Plano Estadual de Desenvolvimento Urbano e Habitacional) 2040 da RMC estavam na pauta para discussão.
Durante o encontro, o prefeito de Campinas, Dário Saadi, propôs a criação de um comitê técnico com as 20 cidades da Região Metropolitana de Campinas para enfrentamento da febre maculosa. A proposta de criação do comitê foi aceita por todos os prefeitos da RMC, que contará com a participação, também, da Secretaria de Saúde do Estado.
Saadi, que é médico, destacou a importância de trabalhar em conjunto com as 20 cidades porque a região toda é endêmica, ou seja, tem a presença da bactéria Rickettsia, causadora da febre maculosa, transmitida pelo carrapato-estrela, há mais de 20 anos. Nova Odessa segue sem casos suspeitos ou confirmados de febre maculosa em 2023.
“É fundamental que as ações de enfrentamento à febre maculosa sejam articuladas além dos limites do município, que seja de maneira conjunta. Somos uma região com cerca de 3 milhões de habitantes e é importante a união neste momento de enfrentamento a uma doença tão complexa quanto a febre maculosa”, ressaltou o prefeito campineiro.
Entre as ações, a serem executadas em conjunto entre as cidades, estão a capacitação de médicos e profissionais da saúde, para reconhecimento precoce da doença e o tratamento adequado para os casos suspeitos de febre maculosa, e a comunicação para alertar de risco de febre maculosa em locais em que já existiu a transmissão.

Outros Projetos
Entre outros pleitos, os representantes de Nova Odessa apontaram para o secretário Marcelo Cardinale Branco a necessidade de viabilização de uma ligação do sistema viário municipal com a Rodovia dos Bandeirantes, através de uma ligação não-pavimentada existente hoje – uma estrada vicinal para a área rural de Sumaré, que passa sob a rodovia. A cidade também pediu a liberação de novos projetos habitacionais via CDHU (Companhia Estadual de Desenvolvimento Habitacional e Urbano).
O encontro aconteceu na CATI (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral) do Jardim Chapadão, e contou com a presença do prefeito de Nova Odessa Cláudio José Schooder (o Leitinho), do secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Cardinale Branco, do subsecretário José Police Neto e do presidente do Conselho, o prefeito de Jaguariúna Gustavo Reis. Também estavam presentes as secretárias municipais de Obras, Projetos e Planejamento Urbano, Miriam Lara Netto, e de Meio Ambiente, Aryhane Massita, além do diretor municipal de Habitação, Diego Feitoza, e o coordenador da Defesa Civil Municipal, Vanderlei Wilians Vanag.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também