PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

RMC tem R$ 107 mi a sacar do FGTS

Agências da Caixa registram movimento de 20% a 30% maior no primeiro dia de retiradas dos benefícios, ontem

O primeiro dia de saques de até R$ 500 das contas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), ontem, provocou um aumento médio de 20% a 30% na movimentação de clientes nas agências da CEF (Caixa Econômica Federal) instaladas na RMC (Região Metropolitana de Campinas), segundo balanço divulgado pelo banco estatal. As primeiras retiradas ontem foram liberadas para trabalhadores nascidos entre janeiro e abril e que têm conta poupança na Caixa. 

PUBLICIDADE

Para atender o aumento da procura, as agências abriram duas horas mais cedo. O horário especial acontecerá também, segundo a Caixa, nas próximas segunda-feira e terça. Hoje (14) todas as agências da Caixa da RMC funcionarão das 9h às 14h para atendimento exclusivo dos trabalhadores com direito aos saques do FGTS – ou seja, nascidos de janeiro a abril e que tenham conta poupança aberta na Caixa. 

Dados do banco indicam que, nesta primeira etapa de liberação de saldos do FGTS, 228,8 mil trabalhadores da RMC serão beneficiados com a liberação de até R$ 500 para saques por conta. O volume de recursos a serem usados para pagar esses benefícios na RMC chega a R$ 107,5 milhões. 

PUBLICIDADE

Somente nas cidades de Americana, Campinas, Hortolândia, Nova Odessa, Paulínia, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré são pouco mais de 170 mil trabalhadores enquadrados nas regras do saque, que terão direito de retirar o dinheiro ou manter em suas contas um total de R$ 79,4 milhões. 

Pagar empréstimos e outras contas é a resposta da maioria dos trabalhadores questionados sobre o que pretendem fazer com o dinheiro liberado. 

PUBLICIDADE

ETAPAS 

De acordo com a Caixa, a segunda etapa de liberação dos créditos do FGTS começa em 27 de setembro para trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto, que tiverem conta poupança da agência, que tenham sido abertas até 24 de julho último. A terceira etapa, para os nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro, que também tenham conta poupança da Caixa, será a partir de 9 de outubro. 

Para quem não têm conta poupança na Caixa, aberta até o último dia 24 de julho de 2019, ou só tem a conta-corrente, o calendário de pagamento começa em 18 de outubro, para nascidos em janeiro, e irá sucessivamente até 6 de março de 2020, com o pagamento de nascidos em dezembro. 

Clientes que não quiserem retirar o dinheiro têm até 30 de abril de 2020 para informar a decisão em um dos canais divulgados pela Caixa: site, Internet Banking ou aplicativo no celular. 

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This