quinta-feira, 18 abril 2024

Santa Bárbara d’Oeste chega a 11 dias sem mortes por Covid

Cidade, que chegou a liderar na região as estatísticas de óbitos na pandemia, não tem registro de vítimas fatais desde 16 de setembro; ocupação de leitos é inferior a 15% 

Santa Bárbara d’Oeste | Cidade tem 53% da população com esquema vacinal completo (Foto: Prefeitura de SBO/ Divulgação)

Santa Bárbara d’Oeste completou nesta segunda-feira (27) 11 dias seguidos sem qualquer registro de morte em decorrência de Covid-19. Os dois últimos óbitos confirmados por complicações da doença na cidade foram registrados em 16 de setembro – quando faleceram duas mulheres, uma de 25 e outra de 84 anos.

Um novo óbito por Covid na cidade foi divulgado nesta segunda-feira (27), porém a vítima faleceu no dia 26 de julho – e só agora os exames confirmaram.

No ano passado, Santa Bárbara chegou a liderar o número de mortes pela doença na região.

Entre agosto e julho de 2020, por exemplo, a cidade registrou um aumento de 209% no número de vítimas fatais da Covid-19, a maior alta entre as maiores cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas), à época. Na ocasião, o número de mortes passou de 22 para 68.

Há um ano, entre os dias 27 de agosto e 27 setembro, o município apresentava 1.399 novos contágios e 50 mortes em consequência da doença. No mesmo período deste ano, foram registrados 598 novos contágios e 17 óbitos.

Até o momento, 811 pessoas morreram na cidade por complicações causadas pelo coronavírus – número menor do que a vizinha Americana, que nesta segunda-feira atingiu o registro de 840 mortes desde o início da pandemia, em março de 2020 (leia mais na página 5).

“Acompanho diariamente com a equipe da Saúde os dados do nosso município e posso afirmar que o avanço da vacinação é responsável pela diminuição da transmissão de casos e consequentemente de óbitos”, comenta o prefeito, Rafael Piovezan (PV), que recebeu na última sexta-feira a segunda dose da vacina.

“Outra observação é que a variante delta, embora mais transmissível, tem se mostrado menos agressiva. O fato de o Brasil utilizar pelo menos quatro imunizantes e ter iniciado a aplicação da terceira dose é fundamental para a proteção das pessoas. Tudo isso vai nos dando um cenário melhor e a nossa esperança é que ele se consolide, que essa queda seja mesmo mantida”, completou o prefeito.

Cidade tem 53% totalmente vacinados
Enquanto vê cair o número de mortes por Covid-19, Santa Bárbara divulgou nesta segunda ter mais da metade da população com ciclo de vacinação completo. Segundo a prefeitura, 102.834 pessoas (ou 53% dos habitantes) receberam as duas doses ou a vacina de dose única.

Ao todo, a cidade contabiliza a aplicação de 249.037 doses de vacinas, o que representa 77,6% da população total barbarense – além de 673 pessoas que foram imunizadas com a dose adicional, de acordo com o site do “Vacinômetro” do governo do estado.

Sem agendamento, Santa Bárbara segue com a vacinação da primeira e segunda doses e doses adicionais para públicos já inseridos na campanha de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30, nos ginásios municipais Djaniro Pedroso (Rua Prudente de Moraes, 250, Centro), e Mirzinho Daniel (Rua Bororós, s/nº, Jardim São Francisco), e na Casa de Maria (Rua Mococa, 510, Jardim das Laranjeiras).

Nesta segunda-feira (27) a imunização da dose adicional começou em idosos com 70 anos ou mais que já tenham completado seis meses da segunda dose. A aplicação da dose adicional também segue normalmente para idosos com 80 anos ou mais.

Ocupação de leitos é inferior a 15%
A ocupação de leitos hospitalares para pacientes de Covid-19 em Santa Bárbara também continua baixa.

Até a tarde desta segunda, estavam ocupados 15% dos leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), 11% dos leitos com respiradores e 13% das unidades sem respiradores.

No final do primeiro semestre, a prefeitura chegou a classificar como crítica a situação das taxas de ocupação.

Na época, a ocupação na rede pública era de 100% dos leitos de UTI (26 leitos), 56% dos leitos com respiradores (32 leitos) e 90% dos leitos sem respiradores (50 no total).

A rede pública barbarense conta com 108 leitos para o enfrentamento da Covid-19. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também