sexta-feira, 12 abril 2024

Acias cobra melhorias na Zona Azul de Sumaré

Diretoria da Associação Comercial se reúne com consórcio responsável pelo estacionamento rotativo pago e recebe promessa de avanços para evitar reclamações 

Diretores da Acias e do Consórcio Zona Azul durante encontro na terça-feira para tratar questões do estacionamento rotativo (Foto: Acias/Divulgação)

A diretoria da Acias (Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Sumaré) se reuniu nesta terça-feira (5) com representantes do Consórcio Zona Azul Sumaré, responsável pelo estacionamento rotativo pago na cidade, para solicitar melhorias nos serviços.

A associação diz ter recebido reclamações de comerciantes e consumidores e, diante das queixas, procurou o consórcio para apresentar os problemas relatados e discutir soluções.

Em operação desde dezembro do ano passado, o sistema de estacionamento rotativo pago reorganizou o uso das vagas públicas nas ruas da região central de Sumaré. Mas, apesar do avanço na democratização do uso das vagas públicas, diz a Acia, alguns pontos do novo sistema ainda precisam ser ajustados.

Uma das principais reclamações dos usuários é com relação à dificuldade para comprar os tíquetes. “A concessionária ouviu atentamente as reclamações e se comprometeu a aprimorar o sistema de funcionamento, com o credenciamento de mais pontos fixos de venda, reforço na divulgação na mídia e sinalizações quanto a ponto de venda e instalação de aplicativo”, afirmou o presidente da Acias, Felipe Alberto Verza Ferreira.

O estacionamento rotativo funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados das 9h às 13h.

O valor cobrado é de R$ 1,00 a cada hora. Os motoristas têm dez minutos de tolerância.

Os tíquetes do estacionamento podem ser adquiridos nas lojas credenciadas, com os monitores que circulam pelas ruas, na sede do consórcio, na Rua Ipiranga, 588, Centro, e também através do aplicativo “Vaga Legal”. A Acias também é um ponto de venda dos tíquetes.

De acordo com as informações divulgadas pela concessionária, por enquanto não há previsão de implantação da terceira fase do estacionamento rotativo.

Além do presidente da Acias, participaram da reunião os diretores Aparecido Angelo Gonçalves, Antonio Cesar de Vasconcellos e Selma Suemi Koshoji Ohia. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também