quarta-feira, 28 fevereiro 2024

Escola municipal de Sumaré recebe ameaça de ataque

 Um áudio com as ameaças circula em grupos de Whatsapp desde domingo (14)

Em grupos e conversas, entre os responsáveis pelos alunos, circulam mensagens e áudios de pais preocupados com o possível ataque (Foto: Divulgação)

A Escola Municipal José de Anchieta, no Jardim São Carlos, em Sumaré, recebeu ameaças de ataque aos alunos e docentes, nesta segunda-feira (15). O áudio contendo as intimidações começou a circular no aplicativo de mensagens Whatsapp no domingo (14).

Um aluno, ainda não foi identificado, afirma que entraria armado na escola com o objetivo de matar todos os presentes na instituição de ensino nesta segunda-feira (15). “Estou falando sério! Não leva na brincadeira, não! Isso é muito sério!”, afirma.

Em grupos e conversas, entre os responsáveis pelos alunos, circulam mensagens e áudios de pais preocupados com o possível ataque. Em uma das mensagens, uma pessoa conta que recebeu a informação de um grupo e comenta “vai entrar um moleque com uma arma dentro da escola e vai matar todo mundo”, se desespera.

Segundo a diretoria da escola José de Anchieta e a Secretaria Municipal de Educação, a escola está sendo monitorada após tomarem conhecimento da ameaça e estão checando a veracidade das informações contidas no áudio.

“A Secretaria Municipal de Educação de Sumaré está ciente que circula em redes sociais um boato de ameaça de ataque à escola José de Anchieta, no Jardim São Carlos, e passou a monitorar e supervisionar a escola no sentido de identificar qualquer risco aos alunos e ao corpo docente, bem como a origem dos boatos”, informou a pasta.

A Secretaria Municipal de Segurança Pública de Sumaré e a Guarda Municipal foram acionadas diante das ameaças. De acordo com a secretaria, a guarda intensificou o patrulhamento no entorno da escola, principalmente nos horários de entrada dos alunos, afim de garantir a segurança de todos na escola.

As aulas aconteceram normalmente nesta segunda-feira (15). As ameaças não se confirmaram e não houve qualquer situação que ameaçasse a segurança dos alunos, professores e funcionários da instituição de ensino municipal.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também