segunda-feira, 24 junho 2024

Tarifas de água e esgoto terão reajuste de 2,54% em Sumaré a partir de 1º de junho

A BRK Ambiental, concessionária dos serviços de água e esgoto de Sumaré, informa que as tarifas de água e esgoto do município serão reajustadas em 2,54%, a partir do dia 1º de junho.

O percentual será aplicado em todas as categorias e faixas de consumo. Dessa forma, se considerarmos a primeira faixa de consumo da categoria residencial, que é de 10m³, o valor a ser pago será de R$48,20, ante os R$47,00 atuais.

O reajuste visa recompor as perdas inflacionárias do ano de 2017 para a manutenção dos compromissos da concessionária com a cidade e deveria ter sido aplicado em fevereiro de 2018. Como na época não havia uma decisão sobre a agência reguladora dos serviços, a aplicação foi postergada.

A reposição é baseada no Índice de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA-IBGE, no período de outubro de 2016 a setembro de 2017. O reajuste será aplicado em todas as categorias tarifárias e faixas de consumo, assim como nos demais serviços previstos no edital de licitação como: ligação de água, regularização de cavalete, ligação de esgoto, etc.

TARIFA SOCIAL
É importante destacar que, mesmo com a revisão, o benefício da tarifa social permanece no município. Ele foi criado com o início da concessão e chega a reduzir o valor da conta em até 50%.

Para requerer o benefício, o cliente precisa procurar uma das lojas de atendimento da concessionária e atender alguns critérios como ser beneficiário de algum Programa de Proteção Social do governo federal.

Em caso de dúvidas sobre o reajuste, a população pode entrar em contato com a Concessionária por meio do telefone 0800 771 0001. A ligação é gratuita e o atendimento funciona 24 horas por dia. A empresa também disponibiliza atendimento presencial ao público em 03 lojas localizadas nos endereços abaixo. O funcionamento é de segunda à sexta das 8h às 17h.

INVESTIMENTOS
A BRK investirá R$ 420 milhões no município nos próximos 5 anos. Esse montante contempla não somente as obras de água, mas também de esgoto, dentre elas a construção da Estação de Tratamento de Esgotos Tijuco Preto (ETE Tijuco Preto), que será responsável por tratar 230 litros de esgoto por segundo.

Com isso o índice de esgoto tratado na cidade mais que dobra, passando dos atuais 30% para 65%.

Também serão executados os subsistemas de esgotamento sanitário Jatobá e Quilombo, com a implantação de nova ETE e  mais 40 Km de interceptores e coletores de esgoto, elevando o percentual de tratamento para 100%.

Com relação ao sistema de distribuição de água, a concessionária tem realizado novas redes e a substituição das existentes deterioradas, além de outras ações para permitir a redução do índice de perdas, que tem como meta atingir 30% até 2020. Desde que assumiu a concessão, já foi possível reduzir o índice de perdas de 60% para 42%.

Outras duas obras importantes estão em andamento e irão beneficiar 70% da população da cidade. São as obras de ampliação e modernização da Captação do Rio Atibaia e da ETA II, estação de tratamento de água localizada no Parque Itália.

Com isso, será possível ampliar a capacidade de captação de 600 l/s para 750 l/s, um incremento de 150l/s e, de forma complementar, a capacidade de tratamento da ETA II também será ampliada na mesma proporção, ou seja, a cidade terá mais oferta de água tratada e de melhor qualidade disponível para a população.

Em março deste ano, a concessionária colocou em operação a nova adutora de água bruta que é responsável por levar água da Captação do Marcelo até a ETA I, estação de tratamento de água localizada na Vila Menuzzo. Em andamento, também temos a obra da Adutora do Picerno que será responsável por levar água tratada da ETA I até o Centro de Reservação Carlota.

 
 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também