sábado, 22 junho 2024

Taxa de ocupação das UTIs em SP é de 75% e continua em queda

A demanda por UTIs caiu na maioria das capitais brasileiras e nesta quarta-feira (30), a ocupação estava em 74,8% no estado de São Paulo 

Nesta segunda-feira (28) 9.981 pessoas estavam internadas, segundo a Secretaria Estadual da Saúde ( Foto: Agência Brasil)

O estado de São Paulo mantém em queda a taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) dedicados ao tratamento de pessoas com Covid-19, segundo dados do governo paulista. A demanda por UTIs caiu na maioria das capitais brasileiras, como mostrou a Folha.

Nesta quarta-feira (30), a ocupação estava em 74,8% no estado –na quarta passada (23) era de 78,3%, e na anterior (16), 81,7%.

Na Grande São Paulo, a lotação é de 68,9%. Há uma semana, era de 73,8%, e há duas semanas, 78,6%.

No estado, após um mês e meio com mais de 10 mil internados em UTIs para Covid, nesta segunda-feira (28) 9.981 pessoas estavam internadas, segundo a Secretaria Estadual da Saúde.

O índice de isolamento social, por outro lado, continua estável. Nesta terça-feira (29), a média foi de 40%, o mesmo valor da terça passada (22) e da retrasada (15).

O trânsito da capital também não apresentou mudanças significativas, segundo dados da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). Foram 71 km de lentidão nesta terça, contra 65 km da semana passada e 66 km da anterior.

Nas ruas da cidade, cerca de 6,35 milhões de veículos circularam ontem, enquanto 6,3 milhões rodaram na terça passada e na retrasada.

Nos ônibus, o cenário não mudou: 1,88 milhão de passageiros foram registrados na semana passada, e 1,87 milhão, nesta semana. Há 15 dias, esse número era de 1,9 milhão.

O estado de São Paulo tem mais de 3,7 milhões de casos confirmados de Covid-19 e 127.681 mortes pela doença. Foram registrados 744 óbitos nesta quarta-feira. A taxa de letalidade segue em 3,4%.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também