Sexta, 22 Outubro 2021

Vereadores defendem memorial para vítimas

Vereadores defendem memorial para vítimas

Os vereadores Juninho Dias (MDB) e Pastor Miguel Pires (Republicanos) protocolaram na Câmara um projeto de lei para autorizar a prefeitura a criar de
Os vereadores Juninho Dias (MDB) e Pastor Miguel Pires (Republicanos) protocolaram na Câmara um projeto de lei para autorizar a prefeitura a criar de um memorial em homenagem às pessoas que morreram durante a pandemia de Covid-19 no município. A matéria cita a instalação de um memorial físico ou virtual.
Os parlamentares justificaram que o objetivo do projeto é dar às famílias de vítimas da Covid-19 um espaço para prestar homenagem.
"As famílias não têm a oportunidade de homenagear a vítima no velório, são 15 minutos, com caixão fechado. Vendo isso, a gente teve a ideia de fazer um memorial virtual, que não onera o poder público, colocando nome, data de nascimento. Se a prefeitura quiser fazer ele físico, demos a sugestão da praça da Bíblia", afirmou o pastor.
"O memorial será um espaço de acolhida, reencontro, reflexão e até mesmo cerimônias abrigando o luto tardio, silenciado e sufocado pela pandemia, uma vez que muitos familiares e amigos não puderam se despedir de seus entes queridos com todo o amor e respeito necessários", completou.
O projeto de lei será encaminhado às comissões pertinentes e, não havendo impedimento legal para sua tramitação, será discutido e votado pelos vereadores, em plenário, durante sessão ordinária.
"A família nao tem nem oportunidade de velar essa pessoa. Achei importante a ideia do virtual porque a gente sabe o momento que estamos passando, pra não gerar gastos. É um projeto autorizativo e vamos falar com o município", afirmou Juninho.
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 22 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/