Quarta, 08 Dezembro 2021

Fale menos!

CulturaColuna Ivan Maia

Fale menos!

Se você fala demais ou convive com alguém que apresenta esse comportamento, saiba que existe um tipo de negligência muito sério, que é o perigo de falar demais
(Foto: Banco de Imagens)

Entre todas as formas de comunicação humana, a fala é a mais comum e, talvez, a mais praticada em todo o mundo. Por meio da fala trocamos informações, aprendemos, ensinamos, enfim, interagimos uns com os outros em diversos contextos. Isso, porém, pode se tornar um problema e gerar conflitos no fluxo da informação quando há um excesso na comunicação.

Se você fala demais ou convive com alguém que apresenta esse comportamento, saiba que existe um tipo de negligência muito sério, que é o perigo de falar demais. Em outras palavras, ignorar a prática do segundo verbo mais importante do mundo é algo trágico. O segundo verbo mais importante do mundo é o verbo que mais vai lhe ajudar nos seus relacionamentos, principalmente nos momentos de conflito e nervosismo. É importantíssimo que você aprenda a dominar o seu uso. Esse verbo se chama "calar a boca".

Raramente você vai encontrar uma pessoa que seja odiada ou rejeitada pelo fato dela ser quieta, e dificilmente encontrará alguém quieto se metendo em confusão. Por outro lado, é muito comum as pessoas serem rejeitadas por não saber calar a boca.

Certamente você já conhece alguém assim, porque o mundo está cheio de pessoas que, num diálogo, falam o tempo todo e se esquecem de que ouvir é tão importante quanto falar. Pior ainda são pessoas que falam demais, estão sempre maldizendo a vida de alguém, se intrometem onde não são chamadas e possuem conversas inúteis.

Diversas razões levam uma pessoa a falar demais como: ansiedade, estresse, carência, sentimento de superioridade, entre outras. Se você é uma dessas pessoas que fala compulsivamente, é bom que você descubra e entenda qual é a razão, busque um tratamento e treine a sua capacidade de praticar o segundo verbo mais importante do mundo.

Obviamente, não quero dizer que você deva ficar calado o tempo todo, mas aprender a reconhecer a sua vez de falar e a controlar seu tempo de fala para que o diálogo não se torne um monólogo.

Aprenda a controlar a sua fala e seja mais feliz! Lembre-se de uma fala da sabedoria popular que diz: "O silêncio é de ouro e muitas vezes é resposta". Como afirma Salomão no livro de Provérbios 10:19: "Na multidão de palavras não falta o mal, mas aquele que modera os seus lábios é sábio". 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 09 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/