quarta-feira, 24 julho 2024

Festival literário começa nesta sexta

Na abertura do evento hoje se apresentam Renan Inquérito com a Parada Poética e o poeta Sérgio Vaz  

ATRAÇÕES | Evento terá diferentes atrações culturais na Biblioteca Central e no Centro de Memórias de Santa Bárbara (Foto: Divulgação/PMSB)

O “Festival Literário de Santa Bárbara “– FLISB começará nesta sexta-feira (29), às 19 h, no Centro de Atendimento ao Turista, com a “Parada Poética” com Renan Inquérito e o poeta Sérgio Vaz. Promovido pela Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste, o evento seguirá no sábado (30) e domingo (31), com “Parada Poética”, feira de livros, contação de histórias, bate-papo com autores, oficina, espetáculos, apresentação musical, intervenções e lançamentos no CAT, Praça Central e Biblioteca Central.

Os 28 escritores inscritos, sendo Amanda Peres, Daniel Pequeno, Edivanice Bueno, Eduardo Pin, Gilmar Marinho, João Hansser, José Bonfim, Noemia de Aquino, Silvia Ferreira, Waldineia Baseio, Thyago Simões Bacchin, Denis Guilherme Ferreira Espanhol, Lindolpho Capellari Júnior e Dra Nair Sizuka Nobuyasu Guimarães. 

Além disso, estão inscritos também os participantes do projeto “Segunda da Poesia” Giovana Balam e Leonardo Sabino (idealizadores), Cristiane Campari, Estevam Beltrame, Felipe Veiga Filho, Gabriel Brassoroto, Thamiris Elias, Gabriel Montesano, Gabriel Yukio Goto, Jaqueline Dias, Jonas M. 

Custódio, Lélis Espartel, Nayara de Sousa e Nicolly Taroco, vão expor e comercializar seus trabalhos neste sábado (30) e domingo (31), das 9 às 18 horas, no Centro de Atendimento ao Turista. 

“Buscamos estimular a leitura e mostrar o vasto universo da literatura por meio do FLISB. Será um evento para oferecer espaço e voz aos artistas da cidade e região. Atendendo as diretrizes do governo, queremos fortalecer a vertente no município por acreditarmos no poder transformador da educação na vida das pessoas”, enfatizou o secretário de Cultura e Turismo, Evandro Felix.

O objetivo do Festival é estimular a leitura, oferecer espaço e voz aos artistas da cidade e região, fortalecer a vertente literária no município como ferramenta transformadora na educação, credenciar autores, distribuidoras, editoras, escritores, livrarias, livreiros, poetas e sebos visando a exposição e comercialização de produtos voltados ao mercado literário.

ATRAÇÕES 

Uma das atrações do evento é a contação de histórias No sábado, às 9h às 11h, na Biblioteca Central, haverá o lançamento do livro “Era uma vez… algo tão doce, feito histórias, que eu guardava na memória”, e a contação sobre este enredo. A história do livro também será contada no domingo, às 16h, no Centro de Memórias.

Ainda no sábado, às 19h, no Centro de Memórias, haverá a contação de histórias “Montando Histórias”, com Jotapê Antunes.

No domingo, a Biblioteca Central será palco de outra contação de histórias, às 11h, com “Ao pé da Letra”, contada pela Cia XekMat.

A programação inclui ainda um bate papo com os autores, apreentação de música e poesia, espetáculos teatrais, intervenções poéticas, cordeis e outros. Além disso, reunirá 145 obras literárias.

PARADA POÉTICA 

Renan Inquérito é rapeiro e sarauzeiro, utiliza a música e a literatura como ferramenta de transformação e interferência social. Compositor, mestre em geografia e poesia, doutor em educação ostentação, escreveu os livros #Poucas Palavras (2011) e Poesia Pra Encher a Laje (2016).

Iniciou sua trajetória como docente em um assentamento rural, depois deu aulas no ensino fundamental, médio, cursinho e na Faculdade de Educação da Unesp (Rio Claro). Atua na cultura Hip-Hop desde 1997, quando fundou o grupo de rap Inquérito, com o qual produziu oito discos, dezenas de músicas, videoclipes e shows.

Possui parcerias gravadas com grandes artistas como Emicida, Ellen Oléria, Dexter, Tulipa Ruiz, Natiruts, KL Jay (Racionais), Arnaldo Antunes, Zeca Baleiro, Rael, O Teatro Mágico, Mato Seco e Rashid.

Com o sociólogo português Boaventura de Sousa Santos escreveu o roteiro do espetáculo Ópera Rap Global (2013) e participou do livro Na Oficina do Sociólogo Artesão (2019).

Convidado pela Parada Poética, Sérgio Vaz é mineiro de Ladainha-MG e mudou-se com a família para São Paulo aos 5 anos de idade. Mais tarde, estabeleceu-se em Taboão da Serra.

Fundou em 2000 a Cooperativa Cultural da Periferia (Cooperifa). Também foi o criador do Sarau da Cooperifa, que semanalmente reúne cerca de 400 pessoas no Jardim Guarujá para ler e criar poesia. Promoveu em 2007 a Semana de Arte Moderna da Periferia, inspirada na Semana de Arte Moderna de 1922. Criou outros eventos e foi premiado.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA FLISB 2022:

Sexta-feira (29/7), às 19 horas Centro de Atendimento ao Turista | Rua João Lino, 362 – Centro Abertura | Parada Poética com Renan Inquérito e poeta Sérgio Vaz 

Sábado (30/7) Biblioteca Central 9 às 11 horas – Contação de histórias e lançamento do livro “Era uma vez… algo tão doce, feito histórias, que eu guardava na memória”, com Editora Adonis 

14h – Bate papo com autora Noemia Aquino e apresentação do livro “Trabalhe, reze e creia” (Mediadora: Elisangela dos Santos Paes) 

16h – Bate papo com autor Roger de Andrade da editora Reformatório e apresentação do livro “Memórias sentimentais de Gauche na vida” (Mediadora: Fátima Franco) 

Centro de Memórias 

9h- Bate papo com o autor Gilmarinho (Mediadora: Andréia Teodoro Pinto) 

11h- Intervenção “Cordéis para dar e contar”, com Grupo de Teatro Mirabolantes 

14h – Intervenção poética “Resistir para existir”, com Julia Motta (Mediador: James Ribeiro)

16h – Contação de histórias “Montando Histórias”, com Jotapê Antunes 

19h – Apresentação “Música e Poesia”, com Abner Santos. Intervenção “Sentimentos para Compartilhar” ( Abner Santos) – 

Domingo (31/7) Biblioteca Central 9h – Bate papo com o autor Amauri de Oliveira (Mediadora: Quedma Carvalho )

11h – Contação de histórias “Ao pé da letra”, com Cia XekMat 

14h – Contação de histórias, com Confraria do Conto 

16h – Diversidade e Inclusão na Literatura Jovem Adulta, com Lino (Mediador: Almir Pugina) 

Centro de Memórias 

9h – Oficina “Plantando a semente da escrita – publicando meu primeiro livro”, com autor João Marcelo Hansser (Mediadora: Neuma Oliveira) 

11h – Espetáculo “Histórias de Montar”, com Casa Dois João 

14h – Intervenção “Pequenos Contos, Grandes Histórias”, com Grupo de Teatro Mirabolantes 

16h – Contação de histórias e lançamento de livro “Era uma vez… algo tão doce, feito histórias, que eu guardava na memória”, com com Editora Adonis

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também