quinta-feira, 23 maio 2024

A melhor campanha da Celeste em 60 anos

FOLHAPRESS | RÚSSIA
O Uruguai confirmou ontem, em Samara, sua posição como equipe mais forte do Grupo A ao vencer a anfitriã Rússia por 3 a 0 e chegar à liderança, com 100% de aproveitamento na primeira fase, algo que não acontecia desde a Copa de 1954. Apesar da derrota, os donos da casa fizeram uma campanha surpreendente e também estão no mata-mata.

O Uruguai fecha a fase de grupos sem levar um gol sequer.

Nas oitavas de final, os uruguaios irão enfrentar o segundo colocado do Grupo B, que tem Espanha, Portugal e Irã com chances de classificação -o Marrocos está eliminado. O primeiro da chave terá os russos pela frente.

O JOGO
Suárez abriu o placar aos 10 minutos do primeiro tempo. Nem o meia Cheryshev, autor de três gols na Copa, pôde fazer algo para ajudar a Rússia. Ele foi às redes, mas desta vez com um gol contra, após desviar chute de Laxalt, aos 22 minutos, e enganar o goleiro Akinfeev.

Smolnikov foi expulso aos 37 minutos. A expulsão fez com que o treinador russo tirasse o artilheiro Cheryshev e colocasse Fernandes em campo para recompor a defesa.

O empenho uruguaio resultou no terceiro gol da equipe, marcado por Cavani – o primeiro dele no Mundial -, aos 44 minutos. Agora, resta aguardar o adversário das oitavas de final.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também