PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Apesar de derrota, Tigre se classifica na Bezinha

Vaga foi confirmada com empate entre Mauá e Itapirense; em Guarulhos, Rio Branco perdeu de 3 a 1 para o Flamengo

Apesar da derrota por 3 a 1 no último domingo diante do Flamengo, em Guarulhos, que quebrou os cem por cento do clube na terceira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, o Rio Branco é a única equipe já classificada às quartas de final da competição. A vaga foi confirmada com três rodadas de antecedência após o empate, no sábado, por 3 a 3, entre Mauá e Itapirense.

PUBLICIDADE

Na partida no estádio Antônio Soares de Oliveira, o Tigre não suportou a pressão dos donos da casa, que precisavam da vitória para também se aproximar da classificação, e viu Wallace, Gustavo e Denílson Piauí abrirem três a zero – Lucas Duni descontou para o Tigre, que vinha de quatro vitórias consecutivas na competição. Após a partida, o técnico Marcos Campagnolo foi expulso por reclamar da arbitragem.

A partir de agora, já com a vaga garantida, o Alvinegro precisa buscar o maior número de pontos possível nas duas partidas que restam para garantir uma das quatro melhores campanhas no geral e decidir em casa uma vaga nas semifinais. Atualmente, o Tigre tem o quinto melhor aproveitamento dentre os que estariam classificados e enfrentaria mais uma vez o Flamengo, realizando o segundo jogo do mata-mata fora de casa.

PUBLICIDADE

O elenco riobranquense se reapresenta hoje, às 9h30, para trabalho regenerativo sob comando do preparador físico Tuka Ribeiro. Para a partida contra o Mauá, no sábado (14), mais uma vez fora de casa, o time será dirigido pelo auxiliar Tony Ferreira, em função da suspensão automática a ser cumprida por Campangolo. O volante Kayo, que recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Flamengo, será desfalque.

JULGAMENTO

PUBLICIDADE

Aconteceu ontem à tarde, no TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) da FPF (Federação Paulista de Futebol), em São Paulo, o julgamento do atacante Thiago pela expulsão no jogo contra o Flamengo, dia 31 de agosto quando, segundo súmula, ele teria ofendido atletas adversários.

Incluso no artigo 258, o atleta poderia pegar gancho de até seis partidas, porém, levou pena mínima, um jogo, já cumprido, e está liberado para atuar no próximo compromisso de sua equipe. O Tigre esteve representado na Capital pelo advogado Éder Duarte.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This