PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Bolsonaro e CBF: o lobby na festa do título

O primeiro gesto público foi visto no domingo, no Allianz Parque, quando a cúpula da entidade aproveitou a festa de campeão nacional do Palmeiras para se apresentar

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) faz lobby para se aproximar do presidente eleito Jair Bolsonaro.

PUBLICIDADE

O primeiro gesto público foi visto no domingo, no Allianz Parque, quando a cúpula da entidade aproveitou a festa de campeão nacional do Palmeiras para se apresentar oficialmente ao político do PSL.

Pivô de uma série de escândalos de corrupção nos últimos anos, a CBF ainda não havia conseguido estreitar laços com o novo governo.

PUBLICIDADE

A confederação perdeu aliados importantes em Brasília na última eleição. Parlamentares próximos à confederação, da chamada bancada da bola, não conseguiram se reeleger. Casos do senador Romero Jucá (PMDB-RR) e dos deputados Marcus Vicente (PP-ES), vice da CBF, e Sarney Filho (PV-MA), irmão de Fernando Sarney, outro vice da entidade.

Por outro lado, oposicionistas da entidade como Otavio Leite(PSDB-RJ) e Silvio Torres (PSDB-SP), relatores da Lei do Profut e da CPI da CBF/Nike, não conseguiram se eleger.

PUBLICIDADE

No domingo (2), os cartolas da CBF chegaram cedo ao estádio do Palmeiras e aguardaram no camarote do clube o encontro com o presidente eleito. Bolsonaro foi cordial com o coronel Antônio Carlos Nunes, atual presidente da CBF, e Rogério Caboclo, que assumirá o cargo em abril de 2019.

Com seus três ex-presidentes envolvidos em denúncias de corrupção -Ricardo Teixeira, José Maria Marin e Marco Polo Del Nero-, a CBF tenta se blindar de uma investigação do novo governo, segundo apurou a reportagem.

A entidade possui histórico de propinas em contratos de TV e da seleção brasileira. Marin está preso nos EUA desde 2015, enquanto Del Nero não sai do Brasil devido a investigações das autoridades americanas contra cartolas da Fifa.

Ontem, Caboclo comemorava o sucesso do encontro com o presidente eleito. Em reunião com os dirigentes de federações, ele fez uma balanço positivo do primeiro contato com Bolsonaro.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Pin It on Pinterest

Share This