PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Bugre: eleição tem confusão

Comissão não homologa chapa do atual presidente do Guarani; escolha será dia 11 de março

Marcada para o dia 11 de março, a eleição para a escolha dos 80 novos integrantes do Conselho Deliberativo do Guarani está sob o signo da confusão, cujo novo capítulo foi a decisão tomada no último domingo, pela Comissão Eleitoral, de não homologar a chapa “Nova Jornada”, que tem como um dos líderes o atual presidente do Conselho de Administração, Palmeron Mendes Filho.

PUBLICIDADE

De acordo com o coordenador da Comissão Eleitoral, Anselmo França, vários componentes da chapa estão com documentações irregulares e isso inviabiliza o registro e participação.

Componentes da chapa ouvidos pela reportagem do TodoDia afirmam que a decisão é equivocada. Segundo eles, o regulamento definido anteriormente estabelecia que deveria ocorrer a concessão de um prazo de 48 horas após a reunião da Comissão Eleitoral para que as chapas regularizassem a situação.

PUBLICIDADE

Anselmo França tem um entendimento diferente. De acordo com ele, ao detectar cada irregularidade detectada, o aviso era encaminhado às três chapas pessoalmente e com documento protocolado por cada concorrente.

“Teve notificação feita no dia 29 e até dia 3 de fevereiro não tinham apresentado documentos. Casos foram notificados no dia 31 de janeiro e no dia 3, data fora do prazo, não deram algum retorno e os casos pendentes seguiam”, disse França, que foi enfático: “Não existia mais prazo para notificar pendências”.

PUBLICIDADE

Palmeron, por sua vez, não dá o caso por encerrado e, por enquanto, não considera a hipótese de apelar à Justiça.

“Não haverá necessidade (de apelar à Justiça). A própria Comissão Eleitoral deve analisar o erro cometido. Caso não o faça, claro que iremos reverter através da Justiça”, avisou.

Anselmo ratifica que por enquanto só duas chapas vão concorrer. “Nossos trabalhos agora se concentrarão em avaliar e aprovar os associados aptos à assembleia, ou seja, com direito ao voto.

A relação final divulgaremos no dia 23”, revelou. “E depois, para finalizar, preparar e organizar a estrutura para as eleições no dia 11, encerrando assim nossos trabalhos após a divulgação dos resultados deste pleito”, arrematou.

Por enquanto, as chapas homologadas são a Hoje e Sempre Guarani, liderada pelo ex-presidente Horley Senna, e a Renova Guarani, que tem como lideres os advogados Marcelo Dias e Marcelo Galli.

Cada Chapa precisa contar com 100 nomes e a escolha é pelo sistema de lista. Ou seja, os candidatos são ordenados de 1 a 100 e, de acordo com a votação, a chapa terá direito a determinado número de cadeiras.

NO CAMPO

Na equipe profissional, o armador Felipe Amorim sofreu uma lesão na posterior da coxa esquerda e desfalcará a equipe por até quatro semanas.

Já o goleiro Kléver sofreu uma luxação no quinto dedo da mão direita, mas não será problema para o confronto de domingo, às 20h, contra o Botafogo, no estádio Brinco de Ouro.

O técnico Osmar Loss começa a armar o time titular para o jogo contra o Botafogo a partir do jogo treino marcado para esta quarta-feira, às 10h, contra o Athletico Paranaense, no Brinco de Ouro.

A atividade será fechada para jornalistas e torcedores. O time titular não foi divulgado.

 

 

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This