segunda-feira, 22 julho 2024

Corinthians encara o Fluminense no Rio

Times põe à prova mescla entre jovens e medalhões escalados  

(Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

Fluminense e Corinthians serão adversários na luta por vaga na final da Copa do Brasil, e pode- -se dizer que a campanha até aqui tem um tempero da mistura entre pratas da casa e veteranos. Fernando Diniz e Vítor Pereira têm à disposição jovens criados na base e que têm sido importantes no time principal, em uma mescla com jogadores mais experientes. Nesta quarta-feira (24), no Maracanã, às 19h30, as equipes se enfrentam no jogo de ida.

Guardadas as diferenças no trabalho dos dois clubes e das respectivas comissões técnicas, o Tricolor e o Alvinegro tiveram similaridades na fórmula para montar o grupo. As diretorias foram ao mercado e acertaram com reforços “mais cascudos”, buscando um equilíbrio.

No lado do Flu, a famosa “Fábrica de Xerém” tem Matheus Martins como sucessor no ataque titular, após a venda de Luiz Henrique ao Betis, da Espanha. O volante André, eleito o melhor da posição na edição do Brasileiro do ano  passado, se tornou um dos pilares da equipe, e o também volante Martinelli é outro que vem sendo acionado com frequência.

No elenco ainda há outros vindos da base, como o goleiro Marcos Felipe, o zagueiro Luan, o lateral- -direito Calegari e o atacante John Kennedy, que se destacou no ano passado, tenta recuperar espaço após lesão. Tais opções se juntam a jogadores com mais rodagem, como, por exemplo, o goleiro Fábio, o volante Felipe Melo e os atacantes Willian Bigode e Cano, que foram contratados na janela do começo do ano, e o meia Ganso, que já estava no clube. Havia ainda o atacante Fred, que se aposentou.

No Corinthians, na lista das “Crias do Terrão” com mais oportunidades sob o comando de Vítor Pereira há o zagueiro Raul Gustavo, o lateral-esquerdo Lucas Piton, os meio-campistas Du Queiroz e Roni e o atacante Adson.

A safra das novas revelações acabou apelidada de “miúdos”. O zagueiro Robert Renan e os atacantes Wesley e Felipe Augusto também apareceram em algumas partidas, enquanto Maycon (de uma geração mais antiga) se recupera de lesão. Mantuan foi envolvido na negociação com o Zenit, da Rússia, que fez Yuri Alberto chegar ao Timão. Por outro lado, há no grupo “medalhões” como o goleiro Cássio, os zagueiros Gil e Balbuena, os laterais Fagner e Fábio Santos e os meias Giuliano e Renato Augusto.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também