PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

CSA é sombra no duelo de Ponte e Avaí

A Macaca jogará pela conquista dos três pontos, pois um empate obrigará a depender do resultado entre CSA e Juventude, marcado para Caxias do Sul

Protagonistas do principal jogo da rodada derradeira da Série B do Campeonato Brasileiro, Avaí e Ponte Preta colocam suas virtudes e defeitos como prioridade na busca pelo acesso no próximo sábado, às 17h, no estádio da Ressacada. A Macaca jogará pela conquista dos três pontos, pois um empate obrigará a depender do resultado entre CSA e Juventude, marcado para Caxias do Sul. A Alvinegra está com 59 pontos, ocupa a quarta colocação e vence o time alagoano nos critérios de desempate.

PUBLICIDADE

Nas estatísticas, o equilíbrio com o rival catarinense é cristalino. O Avaí conta com o 12º melhor aproveitamento como mandante (51,85%) e de suas 16 vitórias, sete foram em seu estádio diante de Paysandu (3 a 1), Coritiba (2 a 0), Vila Nova (1 a 0), Juventude (1 a 0), CRB (1 x 0), Sampaio Côrrea (3 a 1) e Boa Esporte (2 a 0). O time conquistou três pontos contra apenas duas equipes atualmente integrantes no G-10, o Coritiba e o Vila Nova.

Enquanto isso, perdeu do Fortaleza e de Goiás pelo placar mínimo. Mais: em seis dos 18 jogos em casa a equipe catarinense não balançou as redes em seus domínios e tem como saldo 21 gols marcados e 14 sofridos.

PUBLICIDADE

A Macaca entrará em campo respaldada por oito vitórias como visitante ocorridas diante do Criciúma (1 a 0), Guarani (3 a 2), Brasil de Pelotas (2 a 0), Figueirense (2 a 0), São Bento (2 a 0), Paysandu (4 a 0), CSA (2 a 1) e Juventude (1 a 0). O time também não é regular para balançar as redes, pois deixou de marcar em sete dos 18 jogos longe de Campinas. Entretanto, é o segundo melhor visitante de todo o certame com 53,70%. Ou seja, um aproveitamento superior ao que o Avaí ostenta quando joga em casa.

No retrospecto recente, a Ponte Preta tem motivos para sorrir. Nas últimas seis rodadas, 16 pontos foram faturados, enquanto que o Avaí ganhou 9.

PUBLICIDADE

“Nossa defesa é inclusive a menos vazada dos últimos 20 anos, o que pra nós é uma marca muito boa. Então temos mais uma batalha e esperamos passar sem tomar gols e vencer lá”, completou o goleiro Ivan.

João Vitor não jogará, pois cumprirá suspensão. Nathan deve ocupar a vaga.

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This