PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Guarani encara o Mirassol hoje

Bugre acumulou vitórias importantes contra clubes grandes e agora tenta passar pelo primeiro "pequeno"

Após acumular vitórias contra Corinthians e São Paulo, o Guarani quer comprovar sua capacidade de ultrapassar as “pequenas pedras” no jogo de hoje, às 11h, contra o Mirassol, no Estádio Municipal José Maria de Campos Maia, em Mirassol, válido pelo Campeonato Paulista.

PUBLICIDADE

Com seis pontos no grupo B, o Alviverde campineiro vai para o confronto revigorado pela recuperação diante do tricolor paulista, mas consciente de que não pode mais cometer deslizes, como as derrotas para Bragantino e Oeste.

“Palavra será superação. Conheço bem Mirassol, 11h da manhã vai ter três ou quatro sóis pra cada um. Temos um dia pra recuperar e fazer ajustes. Terá que ser na garra”, afirmou o zagueiro Ferreira.

PUBLICIDADE

O técnico Osmar Loss, apesar da realização dos treinos fechados, não descarta a hipótese de realizar novas mudanças no time titular.

O motivo é o desgaste físico causado pela maratona de jogos.

PUBLICIDADE

“A gente tem que ter consciência de que precisamos jogar com aqueles que jogam o mesmo campeonato que a gente. Esses duelos são os que vão fazer diferença na hora da classificação. Precisa ir para Mirassol, apesar da infelicidade da Federação de colocar um para jogar quarta-feira e nós quinta”, disse o técnico logo após a vitória sobre o São Paulo.

Caso novas substituições aconteçam, os atletas apostam que o rendimento não será alterado.

O motivo para o otimismo é que modificações foram realizadas contra o São Paulo e o resultado foi satisfatório.

“O elenco que está aqui tem confiança um no outro. Eu tinha certeza que daria certo. (O volante) Romisson está aqui desde o ano passado e o Klever é bom goleiro, além de que o Léo Príncipe todo mundo conhece. São jogadores de qualidade. Aqui dentro nunca vai haver desconfiança”, arrematou o zagueiro Ferreira.

No Mirassol, o técnico Moisés Egert, após a derrota por 3 a 0 para a Ponte Preta tem como desejo principal exterminar com as oscilações.

Até agora, a equipe perdeu do São Paulo, venceu o RB Brasil, empatou com o Novorizontino e foi goleado pela Macaca.

“Temos muita coisa pela frente. É normal que aconteça oscilações. Em qualquer situação, temos que agregar valor e, para isso, começamos a preparação para o jogo contra o Guarani, decisivo para a classificação”, disse o treinador.

 

 

 

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This