quarta-feira, 24 julho 2024

Hortolandense participa de Mundial de jiu-jítsu

Ao longo da sua carreira, Tatu já conquistou mais de 200 títulos, entre eles, 10 campeonatos paulistas, 10 brasileiros, seis sul-americanos, nove panamericanos e quatro mundiais

Multicampeão | Ederson José Jesus Pereira, o Tatu, já conquistou mais de 200 títulos (Foto: Divulgação)

O atleta Ederson José Jesus Pereira, mais conhecido como Ederson Tatu, multicampeão no jiu-jítsu, representará Hortolândia no próximo campeonato mundial da categoria, que acontece entre os dias 25 e 28 de novembro no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

Ao longo da sua carreira, Tatu já conquistou mais de 200 títulos, entre eles, 10 campeonatos paulistas, 10 brasileiros, seis sul-americanos, nove panamericanos e quatro mundiais.

O prefeito de Hortolândia, José Nazareno Zezé Gomes, parabenizou o atleta e falou da importância de ele representar a cidade. “É muito importante conhecer os jovens valores do nosso esporte. Tatu é um atleta referência no jiu-jítsu e suas conquistas falam por si. Um dos títulos mundiais que ele conquistou foi em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, e no alto do pódio ele segurava uma bandeira de Hortolândia. Isso é muito bonito e nos enche de orgulho”, destacou Zezé.

O prefeito também falou a importância da democratização e acesso aos mais diferentes esportes. “Todos nós gostamos muito do futebol, mas não podemos esquecer das demais modalidades, que merecem ser reconhecidas e apoiadas. Estamos trabalhando para garantir novas estruturas para que mais esportes sejam trabalhados e desenvolvidos em Hortolândia”, afirmou o prefeito.

O atleta disse que é esse reconhecimento ao seu desempenho é motivador e amplia a visibilidade da modalidade e espera que o esporte, num futuro próximo, possa fazer parte dos Jogos Olímpicos. “O karatê se tornou esporte olímpico e existe uma movimentação mundial para que as federações e confederações possam se unificar e lutar pelo mesmo objetivo, que é garantir o jiu-jítsu como esporte olímpico. Isso valorizaria muito o esporte, que ganharia mais visibilidade, assim como os atletas, que hoje sofrem com a falta de patrocínio”, finalizou Tatu. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também