PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Interlagos quer renovar acordo para o GP Brasil

Prefeito da Capital não quer esperar terceirização de Interlagos para iniciar a negociação

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), esteve ontem no Autódromo de Interlagos para fazer uma vistoria no local que receberá o GP Brasil da Fórmula 1, marcado para o domingo, dia 11 de novembro, na penúltima etapa desta temporada.
Durante a visita, Covas afirmou que a prefeitura deseja renovar o contrato com a Liberty Media, empresa dona da F-1, para a cidade continuar recebendo a corrida. O vínculo atual vai até 2020.

PUBLICIDADE

De acordo com o prefeito, o projeto de privatização do autódromo, que já foi enviado à Câmara Municipal, não vai prejudicar a continuação do GP Brasil em Interlagos.

“O nosso interesse é, passando o GP deste ano, começar a discussão da renovação do contrato. Há um projeto de privatização, mas não vamos esperar para tomar a iniciativa. Vamos fazer a tratativa para o contrato ser renovado. O projeto a ser discutido na Câmara não vai limitar a prefeitura a dar sequência nas suas tratativas”, afirmou Bruno Covas.

PUBLICIDADE

Para este GP, a prefeitura investiu R$ 7,4 milhões em obras no autódromo e R$ 28 milhões na infraestrutura para a realização da prova.

Covas disse, ainda, que ajudará o Governo do Estado nas questões de segurança para evitar episódios como o do ano passado, quando funcionários da equipe Mercedes foram assaltados na saída do autódromo.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This