sexta-feira, 12 julho 2024

José Carlos Chagas fatura 2º bronze do Brasil na bocha nas Paralimpíadas

Brasil também ganhou bronze na natação com Thalisson Glock  

José Carlos Chagas conquista a medalha de bronze na bocha BC1 – Takuma Matsushita/CPB

José Carlos Chagas garantiu a segunda medalha de bronze do Brasil nas Paralimpíadas de Tóquio. No início da madrugada desta quarta-feira (1º), ele venceu o português André Ramos na categoria BC1 (para atletas com opção de auxílio de ajudantes) na disputa pela terceira colocação.

Após sair atrás, José Carlos virou o confronto e bateu o português por 8 a 2. Mais cedo, Maciel Santos levou o bronze na categoria BC2 (para atletas cadeirantes que não podem receber assistência).

André Ramos abriu 2 a 0 no início na disputa pelo bronze. José Carlos reagiu na sequência, virando o confronto para 8 a 2. O brasileiro brigou pelo terceiro lugar após cair nas semifinais para o britânico David Smith.

Antes da semifinal, José Carlos estava invicto em Tóquio. Na fase de grupos, ele levou a melhor contra André Ramos, além de vencer o japonês Yuriko Fujii e o eslovaco Tomas Kral. Nas quartas de final, bateu o holandês Daniel Perez.

Esta é a primeira medalha paralímpica da carreira de José Carlos, de 44 anos. De Ribeirão Preto, o paulista participou dos Jogos de Londres, em 2012, e do Rio, em 2016, tendo sido o quarto colocado desse mesmo evento na Grã-Bretanha, mas perdendo a disputa do terceiro lugar. Também foi cinco vezes ao pódio no Parapan. Em Tóquio, a partir de quinta-feira, disputará o evento por equipes da bocha.

Com as medalhas conquistadas na bocha, o Brasil passa a somar 44 nas Paralimpíadas. São 14 de ouro, 11 de prata e 19 de bronze.

Outras medalhas

Maciel Santos conquistou a medalha de bronze na classe BC2 (para atletas cadeirantes que não podem receber assistência) da bocha, na noite desta terça-feira (31), nas Paralimpíadas de Tóquio. Maciel venceu o tailandês Worawut Saengampa por 4 a 3 e assegurou a terceira medalha da sua carreira na história das Paralimpíadas.

O brasileiro foi ouro neste mesmo evento nos Jogos de Londres, em 2012. Já no Rio-2016, conquistou a prata nos pares. Já na madrugada desta quarta, Thalisson Glock também ganhou bronze na natação, prova dos 100m libre S6 (lesão medular completa).

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também