Kleina cobra elenco antes do jogo

Após três vitórias e um empate, técnico pede entrega para superar o São Bento hoje, fora de casa, em Sorocaba

Determinado a sustentar o alto astral, o otimismo e a concentração dos jogadores, o técnico Gilson Kleina espera uma boa apresentação da Ponte Preta no confronto de hoje, às 17h, contra o São Bento, no estádio Moisés Lucarelli, em jogo válido pela Série B do Campeonato Brasileiro. Na sua terceira passagem, o saldo de três vitórias e um empate proporcionou tranquilidade.

Entretanto, Kleina quer mais. Considera que todo o potencial do elenco ainda está para aparecer.

“Demos uma arrancada. De 12 pontos disputados fizemos 10. Isso é mérito do trabalho e da execução dos atletas. Para ter ambição maior não podemos errar. Tem que cobrar o tempo todo. A cobrança faz parte de um atleta, de uma equipe que quer ser vencedora”, afirmou o técnico.

Seu desejo é que não ocorra uma perda das características presentes nos últimos jogos, especialmente a identidade com a camisa da Ponte Preta e aquilo que espera a torcida. “A gente sabe que o adversário também tem estratégia, tem jogadores, tem treinador inteligente, e que a gente possa estar focado, comprometido com o resultado de vitória. A gente tenta mostrar o caminho, sempre tenta corrigir. Mas a frase que falo sempre é: vestir a camisa da Ponte Preta, se não entrar com alma, as coisas ficam mais difíceis”, completou Kleina.

Em relação ao time titular, ele poderá escalar Júnior Santos, que foi apenas advertido pela expulsão no jogo contra o Goiás.
No São Bento, o técnico Marquinhos Santos admite que o desafio é preparar o time emocionalmente após o assassinato do armador Daniel na região metropolitana de Curitiba (leia mais na página 8).

“Precisamos tirar forçar e buscar com que o grupo tenha motivação para o restante da competição. Torna-se um ambiente difícil de trabalhar, foi muito difícil ministrar um treinamento e compromete o jogo contra a Ponte Preta. Vamos até colocar atletas que não vinham jogando para motivar e seguir o rumo da competição. É o encontro entre as duas últimas equipes do Daniel, que possamos fazer um grande jogo em memória dele”, completou Santos.

Pin It on Pinterest

Share This