quinta-feira, 23 maio 2024
QUER SUBIR

“O foco sempre foi o acesso e vai continuar sendo”, diz presidente do Rio Branco, Cláudio Bonaldo

Eleito em dezembro, Bonaldo concedeu primeira entrevista coletiva da temporada e falou sobre planejamento, objetivos e avaliou o início da série A4
Por
João Victor Viana
Foto: João Victor Viana / Rede TodoDia

Depois de um começo turbulento no Campeonato Paulista série A4, com uma vitória, um empate e duas derrotas. O presidente do Rio Branco, Cláudio Bonaldo, concedeu entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (14) e falou sobre o planejamento, avaliação do começo de temporada e os objetivos do clube em 2024.

Logo no início, Bonaldo ressaltou que o primeiro resultado – vitória em Penápolis – foi muito positivo e que a expectativa era fazer nove pontos com os dois jogos seguidos em casa, o que aconteceu na realidade foi um empate com o Vocem e uma derrota para o Jabaquara. De quebra, na 4ª rodada o Tigre perdeu para o Grêmio São-carlense, em São Carlos.

Mesmo com os tropeços, o objetivo não mudou, segundo o presidente. “O foco sempre foi o acesso e vai continuar sendo. O planejamento está sendo feito para isso, a gente não paga salário em dia, a gente não tem custo de tudo dentro do clube, só por jogar. Nós temos que buscar sempre o acesso”.

Sobre o planejamento e a montagem do elenco, Bonaldo relatou que cumpriu tudo com cautela, respeitando os limites financeiros que o clube possui, e que as contratações foram um trabalho em conjunto entre comissão técnica e departamento administrativo. “Cada jogador foi escolhido a dedo. Dentro de campo são eles que precisam mostrar, o treinamento está sendo feito”, disse.

O presidente foi eleito no dia 1º de dezembro e está em seu primeiro ano de mandato, e vê com bons olhos a possibilidade do clube virar SAF (Sociedade Anônima do Futebol).

“Nós assumimos o passado do clube. Lá em 2016, nós pegamos o clube com mais de 20 milhões de dívidas. Hoje temos a nossa recuperação judicial declarada em R$ 6,7 milhões. Eu só vejo um futuro brilhante para o clube com a SAF, melhoramos os departamentos, mas com SAF podemos melhorar mais, e aí sim poderemos dar um passo para que a gente consiga mais ainda nossos objetivos, uma série A2, no mínimo, que o Rio Branco merece”, falou Bonaldo.

Nenhuma indicação de mudança parece ser pauta para o momento. Questionado sobre o tema, o presidente garantiu a permanência do gerente de futebol Brenno Presotto, independente do resultado no próximo jogo.

O Rio Branco volta a campo no sábado (17), às 15h, contra o Ska Brasil, em Americana.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também