quarta-feira, 24 julho 2024

Palmeiras e Flamengo fazem nova decisão

Equipe rubro-negra tenta tirar diferença do Palmeiras, que é líder isolado  

TREINO | Elenco palmeirense se prepara para duelo deste domingo em São Paulo (Foto: Divulgação)

Nove meses após aquele lance que entrou para a história do futebol, Palmeiras e Flamengo voltam a se encontrar e a viver um clima de “decisão”. Mas, desta vez, sem seus personagens que foram os grandes protagonistas do eterno 27 de novembro de 2021, quando o time paulista venceu o carioca por 2 a 1, em Montevidéu (URU), e sagrou-se tricampeão da Libertadores – com Deyverson de herói e Andreas Pereira de vilão.

Neste domingo (21), às 16h, no Allianz Parque, o que está em jogo é a briga pelo título do Campeonato Brasileiro. O Palmeiras, líder isolado, tem 48 pontos, nove a mais que o Flamengo. Técnico do Alviverde, Abel Ferreira, campeão daquela Libertadores, segue prestigiado no clube e deve colocar a campo sua força máxima. Já o treinador rubro-negro Dorival Júnior, que não viveu aquela final no Uruguai, faz mistério, já que na quarta-feira (24) tem o duelo de ida das semifinais da Copa do Brasil, contra o São Paulo, no Morumbi.

No primeiro turno, quando Palmeiras e Flamengo se enfrentaram no Maracanã e se reencontraram pela primeira vez depois da decisão da Libertadores, Andreas Pereira ficou no banco de reservas e não entrou. Já Deyverson, que vinha perdendo espaço, sequer foi relacionado. A partida terminou empatada em 0 a 0.

O reencontro deste domingo tem como cenário o Alviverde líder isolado com 48 pontos, e o Flamengo vindo logo em seguida, na segunda colocação, com 39 pontos. Uma vitória dos cariocas pode encurtar a diferença para seis pontos

Os rivais ainda poderão se encontrar numa possível nova final da Copa Libertadores, já que ambos estão nas semifinais. O Palmeiras encara o Athletico-PR. Já o Flamengo enfrentará os argentinos do Vélez Sarsfield.

Daquela fatídica final, alguns dos que estiveram em campo já saíram de seus respectivos clubes, como Deyverson e Andreas Pereira, muitos, porém, ainda permanecem defendendo Palmeiras e Flamengo.

Dos 17 jogadores utilizados naquela decisão, 13 ainda são do alviverde, além de Abel. Já no Rubro-Negro, dos 17 atletas, 11 seguem no time. No entanto, o goleiro Diego Alves perdeu espaço, e Rodrigo Caio está lesionado e Bruno Henrique só retorna em 2023.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também